LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


terça-feira, 11 de junho de 2013

Questões de vestibular Clima e vegetação

(UFSCAR) A tropicalidade é um dos fatores que mais influenciam no comportamento climático de áreas do território brasileiro. A primeira coluna do quadro faz referência às características do ambiente tropical e a segunda coluna procura relacionar essas características com sua manifestação e efeitos sobre o Brasil.

As correlações corretas entre características e efeitos são:
a) 1, 2 e 3.
b) 3, 4 e 5.
c) 1, 2 e 4.
d) 2, 4 e 5.
e) 1, 3 e 5.


(UFRPE) O desenho a seguir retrata um importante domínio morfoclimático brasileiro. Com relação a esse domínio, é correto dizer que ele:
a) surge dominantemente em climas subtropicais secos, particularmente no Nordeste brasileiro.
b) apresenta uma vegetação tipicamente hidrófila, especialmente no Sertão.
c) possui solos bem desenvolvidos, sobretudo nas encostas e inselbergues, mas com pobreza de recursos nutrientes.
d) tem formações vegetais consideradas xerófilas, adaptadas, portanto, ao déficit hídrico.
e) apresenta uma estação seca que se estende por até três meses, dificultando o desenvolvimento da vegetação herbácea.

(UFRPE) A Floresta Amazônica cobre a maior parte da Região Norte do Brasil e seus limites avançam pelos estados do Maranhão e do Mato Grosso. Entre as características fitogeográficas dessa floresta podem ser mencionadas as seguintes, exceto:

a) plantas de espécies latifoliadas.
b) caráter heteróclito.
c) espécies dominantemente decíduas.
d) abundância de plantas produtoras de fibras.
e) vegetais de uma mesma espécie localizados muito longe um dos outros.

(UFSCAR) No mapa estão representados os grandes hotspots mundiais. São áreas que conjugam duas  características: grande biodiversidade e alto grau de ameaça de destruição, por diferentes agressões e ocupações do espaço.

(Biodiversity hotspots for conservation priorities. Nature. 403, 853-858, 24.02.2000. www.nature.com/nature/journal. Acessado em 29.07.2008.)
Sobre os hotspots, são feitas quatro afirmações. Analise-as.

I. Há localização de maior número de hotspots na faixa intertropical, porque ela é, de modo geral, propícia ao desenvolvimento de grande número de espécies vegetais e animais.
II. A expansão das áreas de cultivo, seja com objetivos alimentares ou para produção de biocombustíveis, pode representar uma grave ameaça à preservação de alguns dos hotspots.
III. A biodiversidade das regiões peninsular e insular da Ásia é gravemente ameaçada pela alta concentração populacional e intensivo uso agrícola do solo pelo cultivo tradicional de arroz.
IV. O processo acelerado de desmatamento e conseqüente ocupação da Amazônia coloca em perigo um dos mais biodiversos hotspots da atualidade.

Estão corretas as afirmações:
a) I, II, III e IV.
b) I, II e III, apenas.
c) II, III e IV, apenas.
d) I e III, apenas.
e) II e IV, apenas.

(UFSCAR) Dois problemas ambientais similares, porém distintos, têm afetado o solo de regiões brasileiras situadas a cerca de quatro mil quilômetros de distância uma da outra: a desertificação e a arenização.
(L. Almeida & T. Rigolin, 2005.)

A respeito destes problemas e de suas áreas de abrangência, é correto afirmar que:

a) a desertificação ocorre em regiões de clima árido e a arenização em áreas de clima tropical alternadamente úmido e seco.
b) a desertificação é típica de regiões de solos profundos, com formação intensa de lateritas, e a arenização é típica de solos pobres de elevada acidez.
c) a desertificação vem ocorrendo nos planaltos centrais do Brasil e a arenização é característica do norte da Amazônia, onde há desmatamento.
d) a desertificação ocorre em áreas de relevo de planícies aluviais e a arenização em relevos cristalinos levemente ondulados.
e) no Brasil, há risco de desertificação no bioma da caatinga e verificam-se pontos de arenização no sudoeste do Rio Grande do Sul.

(FURG-RS) O diagrama abaixo representa os limites de temperatura e precipitação das áreas de ocorrência dos biomas terrestres.
Analise o diagrama e assinale a alternativa com bioma correspondente à área hachurada.

a) Floresta tropical úmida.
b) Tundra.
c) Desertos.
d) Floresta temperada decídua.
e) Floresta boreal.

(UFJF) Leia o gráfico a seguir que apresenta a relação entre população e emissões de CO2 per
capita.

Fonte: Scientific American Brasil. Como deter o aquecimento global.
São Paulo: Ediouro, Segmento-Duetto, 2007. Edição Especial.

De acordo com o gráfico e o Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (IPCC) é
CORRETO afirmar que:
a) a Ásia, com 6 bilhões de habitantes, é a região de maior emissão de CO2 per capita do mundo moderno.
b) as elevadas emissões de dióxido de carbono são provenientes da queima de combustíveis fósseis.
c) há uma relação diretamente proporcional entre população total e a emissão de dióxido de carbono.
d) os países da Oceania emitem pequena quantidade de CO2 porque preservam suas florestas.
e) os países menos desenvolvidos emitem CO2 devido ao baixo padrão tecnológico de suas indústrias.

(UNIFEI) Pode-se afirmar que o clima corresponde ao comportamento do tempo atmosférico, ao longo do ano, num determinado lugar da Terra. O clima tem comportamento diversificado, que é caracterizado pela combinação de diferentes fatores. Com relação aos fatores climáticos, assinale a alternativa incorreta.
a) A latitude é o mais evidente fator climático, e quanto mais se afastar do Equador, menores serão as temperaturas.
b) As massas de ar influem diretamente nas condições climáticas.
c) As massas de ar podem ser frias ou quentes, secas ou úmidas, e, ao se deslocarem, interagem umas com as outras, trocando e distribuindo calor pela terra.
d) Em maiores altitudes, o ar se torna mais rarefeito, ou seja, há mais concentração de gases e umidade, o que aumenta a retenção de calor.

(Cefet-ensino médio) O rio Amazonas banha uma imensa planície verde, cortada pela linha do Equador, o que lhe garante características especiais de clima que são mostradas no climograma
a)

b)

c)

d)

e)













(Cefet-ensino médio) O gráfico, publicado no jornal O Estado de S.Paulo, 06.09.2006, mostra, em porcentagem, quem mais desmatou na Amazônia Legal entre agosto de 2005 e julho de 2006. Constatamos que apesar de ter registrado queda na área desmatada, em comparação com igual período do ano anterior, em função da queda do preço da soja, Mato Grosso continua como o Estado campeão do desmatamento.
Sabendo-se que entre agosto/05 e julho/06, juntos, Acre, Maranhão e Tocantins desmataram 660 km², pode-se afirmar que nesse mesmo período Mato Grosso desmatou
a) 4 700 km².
b) 5 071 km².
c) 5 710 km².
d) 5 740 km².
e) 5 980 km².

(Cefet) A caatinga é o domínio morfoclimático brasileiro que apresenta, entre outras, as seguintes características:
a) extensa planície entrecortada por planaltos, solos profundos e escassez de chuvas.
b) presença de serras e chapadas cristalinas, solos humosos e rios de grande extensão.
c) existência de depressões e chapadas, solos rasos e pedregosos e rios intermitentes.
d) predomínio de chapadas e chapadões, solos ácidos e pouco férteis e rios intermitentes.
e) presença de mares de morros entrecortados por rios perenes e solos rasos e argilosos. 


(Pucpr). As florestas tropicais, a despeito das leis ambientais e da criação de parques e reservas, continuam sendo reduzidas em suas áreas, por conta da devastação de seus recursos naturais.
Confira as características abaixo que se relacionam com as florestas tropicais do globo:
1 – Ombrófilas.
2 – Elevada biodiversidade.
3 – Homogeinidade de espécies.
4 – Elevada pluviosidade.
5 – Espécies latifoliadas.
6 – Caducifólias.
7 – Baixo índice de evapo-transpiração.
8 – Apresenta vários estratos.
Assinale a alternativa que contém as características das florestas tropicais.
a) 1 – 2 – 4 – 5 – 8.
b) 2 – 4 – 6 – 7 – 8.
c) 1 – 3 – 5 – 6 .
d) 3 – 4 – 5 – 7.
e) 2 – 3 – 4 – 7 - 8.

(Utfpr) A vegetação natural de uma área é a expressão das características do solo, relevo e clima. Leia as afirmativas I, II e III, que descrevem os tipos de vegetação do Brasil.
I) É uma floresta densa e intrincada, as plantas crescem muito próximas umas das outras e é comum à ocorrência de plantas parasitas. Desenvolve-se em região de clima quente e úmido.
II) Constitui-se basicamente por vegetação arbustiva e herbácea. Desenvolve-se em clima tropical semi-úmido.
III) Constitui-se por cobertura arbórea, na qual predominam pinheiros, erva-mate, imbuia, canelas, ipê e outras. O clima predominante é o tropical.
A alternativa que contém todas as formações vegetais descritas é:
a) Mata Atlântica, caatinga e mata de araucária.
b) Pantanal, cerrado e floresta amazônica.
c) Floresta Amazônica, cerrado e mata de araucária.
d) Floresta Amazônica, cerrado e mata atlântica.
e) Mata de araucária, pantanal e mangue.

(Mack) Observe a tabela e as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.
Temperaturas médias anuais
I. Vitória, cidade portuária, tem sua formação climática apenas constituída pela continentalidade, o que resulta em maiores variações térmicas.
II. As duas cidades apresentam temperaturas médias anuais próximas, típicas de áreas em que se tem o domínio climático tropical úmido.
III. Situadas em latitudes muito próximas, as cidades mencionadas na tabela possuem temperaturas médias distintas devido às diferenças de altitudes.
É correto apenas o que se afirma em:
a) I.
b) I e II.
c) II.
d) III
e) II e III.

(Fdels) As ilustrações abaixo retratam as formações vegetais bem características de dois domínios morfoclimáticos brasileiros:


A respeito das duas formações vegetais, assinale a afirmativa correta:

a) As duas formações vegetais estão adaptadas ao tipo climático tropical com duas estações muito bem definidas, uma chuvosa, no verão, e outra seca, no inverno
b) A vegetação 1 domina as depressões interplanálticas semi-áridas do Nordeste, enquanto a vegetação 2 é característica dos extensos planaltos e chapadões do Centro-Oeste
c) Das duas formações vegetais, a primeira já sofreu uma maior alteração em sua configuração original, tendo em vista o uso mais intensivo do território pelas atividades econômicas
d) A formação vegetal 2 domina as coxilhas subtropicais brasileiras, sendo um prolongamento do pampa argentino e uruguaio no sul do país
e) O xeromorfismo caracteriza ambas as formações vegetais, com a presença de espécies adaptadas a longos períodos, às vezes anos, de estiagem

(Ufpr) De acordo com o IBGE (2005), o bioma é “um conjunto de vida (vegetal e animal) constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e identificáveis em escala regional, com condições geoclimáticas similares e história compartilhada de mudanças, o que resulta em uma diversidade própria”. Considerando essa definição, identifique os distintos biomas brasileiros, numerando a coluna da direita de acordo com a da esquerda.

1. Cobre cerca de 2 milhões de km² do território nacional, incluindo os campos rupestres; é constituído por diversos tipos de vegetação savânica que diferem entre si pela abundância relativa de espécies rasteiras e espécies de árvores e arbustos, abrangendo desde formas campestres (campo limpo) até formas florestais. (   )      Cerrado
2. Originalmente cobria uma área de mais de 1 milhão de km². É um dos mais importantes repositórios de diversidade biológica do país e do planeta. É também o bioma mais ameaçado, com menos de 9% de área remanescente, sendo que 80% dessa área estão em propriedade privada. As unidades de conservação correspondem a 2% da área remanescente. O desmatamento é conseqüência principalmente de atividades agrícolas, de reflorestamento homogêneo (pinus e eucalipto) e da urbanização. (   )      Amazônia
3. Um dos mais valiosos patrimônios naturais do Brasil e a maior e mais significativa área úmida do planeta, cobre cerca de 140 mil km² em território brasileiro. (   )      Mata Atlântica
4. É o bioma brasileiro com maior porcentagem de área em Unidades de Conservação (10%). Cerca de 15% da área total foi removida devido à construção de rodovias que abriram caminho para atividades mineradoras, colonização, avanço da fronteira agrícola e exploração madeireira. (   )      Pantanal
5. Caracteriza-se como savana estépica, com chuvas irregulares e solos férteis, que contêm boa quantidade de minerais básicos para as plantas. Compreende um ecossistema único que apresenta grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e endemismo. (   )      Caatinga
Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta da coluna da direita, de cima para baixo.
a) 1, 4, 2, 3, 5.
b) 4, 1, 2, 5, 3.
c) 5, 4, 1, 3, 2.
d) 1, 4, 3, 2, 5.
e) 3, 5, 2, 4, 1.

(Uem) Assinale a alternativa correta sobre a circulação geral da atmosfera da Terra.

a) Os pólos correspondem a zonas de baixa pressão atmosférica.
b) As zonas subtropicais de alta pressão dos hemisférios Norte e Sul estão associadas,
respectivamente, aos ventos alísios de nordeste e de sudeste.
c) A faixa equatorial da Terra corresponde a uma região anticiclonal de divergência dos ventos.
d) As correntes de oeste originam-se na zona de baixa pressão subpolar, estando associadas a
ventos extremamente frios.
e) As zonas de alta pressão correspondem às áreas ciclonais, responsáveis pelas instabilidades
climáticas.

(Upe) Observe a área I, indicada no mapa a seguir.
Essa área caracteriza-se por possuir
a) as maiores reservas de urânio do Brasil.
b) grandes deltas interiores.
c) elevada densidade demográfica.
d) extensas áreas de cultivo de juta e pimenta-do-reino.
e) cerrados.


(Pucsp) Analise o gráfico de precipitação:
Assinale a alternativa que explica as diferenças de precipitação entre as cidades do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte.

a) A diminuição da precipitação nos meses de abril a setembro em Belo Horizonte é decorrência do aumento da atuação da massa de ar Equatorial Continental em Minas Gerais.
b) A maior ocorrência de precipitação nos meses de outubro a março em Belo Horizonte é
conseqüência da atuação mais intensa, nesse período, da massa de ar Polar Atlântica.
c) As chuvas se distribuem com maior regularidade, ao longo do ano, no Rio de Janeiro devido à constante influência da massa de ar Tropical Atlântica nessa área do litoral.
d) A precipitação entre outubro e março no Rio de Janeiro é menor em comparação a Belo Horizonte, devido à densidade maior de edificações, fator que dificulta as precipitações.
e) A precipitação mais elevada entre outubro e março em Belo Horizonte decorre da atuação da massa de ar Tropical Continental, mais úmida que a massa Tropical Atlântica.

(Pucpr) Leia com atenção o texto abaixo:
“Sobre as cidades paira uma ‘abóbada climática’ própria, dentro da qual as propriedades do conteúdo, temperatura, umidade e vento atmosféricos distinguem-se de certa forma do clima regional dominante. Em grandes cidades, com um milhão de habitantes ou mais, o clima alterado paira de 50 a 300 metros
acima do solo e se estende dezenas de quilômetros a barlavento.”
(DREW, David. Processos interativos homem - meio ambiente.Rio de Janeiro:Bertrand-Brasil, 1989.)
Em relação ao fenômeno tratado no texto, assinale a alternativa correta:

a) O fenômeno referido no texto tem abrangência planetária: trata-se do “aquecimento global”, que se manifesta pelo aumento das temperaturas médias dos diferentes locais da Terra, devido sobretudo ao crescimento da industrialização, à circulação dos meios de transporte e às queimadas nas florestas tropicais.
b) As alterações da atmosfera urbana mencionadas no texto são decorrentes da desintegração de parte da camada de ozônio situada especificamente sobre as metrópoles mundiais.
c) O fenômeno tratado no texto diz respeito à formação de uma zona anticiclonal na atmosfera das grandes cidades, a partir de onde se deslocam massas de ar que seguem para zonas de menor pressão atmosférica.
d) A “abóbada climática” mencionada no texto independe de se situar sobre área urbana ou rural, pois ela se forma de acordo com o deslocamento dos ventos.
e) O fenômeno ao qual o texto se refere é a “ilha de calor”, próprio das grandes cidades e que é originado principalmente pela presença de indústrias, pela frota de veículos e pela impermeabilização do solo urbano, de modo que a temperatura numa metrópole tende a aumentar à medida que nos afastamos dos bairros mais arborizados e nos dirigimos ao centro da cidade.

(Mack) As ilhas de calor fazem parte de um conjunto de fenômenos decorrentes da ação antrópica sobre o meio ambiente, resultado do tipo de sociedade criada e gerada por uma série de fatores, entre os quais podemos destacar:

a) a permeabilização dos solos através do calçamento e asfalto, que provoca o lento escoamento das águas da chuva, reduzindo o processo de evaporação.
b) a ação da poluição atmosférica, que dispersa a radiação do calor por toda a superfície, causando o aquecimento da atmosfera ou o que chamamos de efeito estufa.
c) a possibilidade da inversão térmica diminuir, devido à diminuição  radativa da temperatura nas camadas da atmosfera próximas à superfície das áreas urbanizadas.
d) a escassez de áreas revestidas de vegetação, que prejudica o que chamamos de albedo, ou seja, o poder refletor de determinada superfície, levando a uma maior absorção do calor recebido.
e) a concentração de altas densidades de construções que repelem o calor, bem como da poluição, que tende a subir e se aquecer nas altas camadas da atmosfera, gerando o calor latente nas demais camadas.

(Ufg) A Mata das Araucárias cobria, nas primeiras décadas do século XX, quase todo o território dos estados do Paraná e de Santa Catarina, além de boa parte do estado do Rio Grande do Sul.

Hoje, essa vegetação original está reduzida a, apenas, 20% da sua extensão.
Identifique a opção que explica essa brutal redução.

a) A densa e veloz urbanização regional que provocou o desmatamento das áreas de araucária para dar lugar aos atuais subúrbios metropolitanos.
b) O plantio extensivo de eucaliptos que, por possuir maior valor econômico, passou a concorrer com a araucária pelo uso do solo regional.
c) As mudanças climáticas sucessivas que alteraram o ecossistema regional e reduziram as condições naturais de florescimento da araucária.
d) O desmatamento provocado pela exploração em grande escala do pinheiro-brasileiro e a expansão territorial da agricultura comercial.
e) A migração do litoral para o interior da Região Sul, promovendo uma ocupação desordenada das terras e difundindo o uso da queimada na agricultura.

(Ufjf) Observe a figura:
Marque a alternativa que caracteriza a paisagem observada:
a) Ocorre entre os trópicos, nas terras baixas, recebendo uma precipitação elevada e bem distribuída ao longo do ano. São ecossistemas nos quais concentra-se uma grande biodiversidade terrestre.
b) Ocorre em uma região em que as chuvas são irregulares, e seu solo não é necessariamente pobre. Sua vegetação apresenta pequenas árvores espaçadas, arbustos e gramíneas.
c) Ocorre em uma área onde as chuvas têm distribuição uniforme, com estações bem marcadas. São ecossistemas em que prevalece a formação arbórea, como os pinheiros.
d) Ocorre em uma região de altitudes mais elevadas, com chuvas bem distribuídas durante o ano. Sua vegetação é densa, formada principalmente por árvores, quase não há ocorrência de arbustos e gramíneas.
e) Ocorre em uma vasta planície alagadiça, onde as chuvas se concentram em um período do ano. Apresenta uma grande variação na cobertura vegetal, em função das estações seca e chuvosa.

(Ufpb) Observe o climograma relativo à cidade de São Gabriel da Cachoeira-AM (localizada na região da Amazônia Ocidental). Com base no gráfico, é correto afirmar que, nessa cidade, predominam as características do clima:
a) litorâneo úmido, marcado por médias elevadas de temperatura e com meses mais chuvosos ou de maior pluviosidade no outono e no inverno.
b) tropical semi-árido, marcado por médias térmicas elevadas (em torno de 2 8 oC) e por chuvas escassas e regulares.
c) equatorial úmido, em razão das médias elevadas de temperatura (de 2 5 oC a 28 oC) e pequena amplitude térmica (em torno de 3 oC) anuais.
d) tropical de verão úmido e de inverno seco, uma vez que, nos meses de maio a setembro, os índices pluviométricos diminuem.
e ) subtropical úmido, caracterizado pela ocorrência de chuvas, nos doze meses do ano, e por invernos com temperaturas abaixo de 0 oC.

(Uel)
“A umidade relativa do ar e as temperaturas são altas, pouco variando ao longo do ano em virtude de sua localização latitudinal e da densa presença de rios e vegetação. Possui temperatura média que varia entre 25 ºC e 28 ºC, pouco flutuante ao longo das estações. Com pluviosidade média situada entre 1500 e 2500 mm/ano, suas chuvas são constantes e abundantes, em geral, resultado de processos convectivos. Nela, predomina a atuação da massa de ar equatorial continental.”

O texto refere-se a um tipo de clima, região e fenômenos climáticos. Assinale a alternativa que relaciona corretamente esses elementos.

a) Clima: Subtropical; região: pampas sul-riograndenses; fenômenos climáticos: deslocamento sazonal de frente fria, friagem, chuvas orográficas.
b) Clima: Tropical semi-úmido; região: semi-árido nordestino; fenômenos climáticos: deslocamento de massa de ar tropical marítima, chuvas de inverno.
c) Clima: Equatorial semi-úmido; região: campos; fenômenos climáticos: deslocamento de massas de ar tropicais e equatoriais continentais, chuvas frontais.
d) Clima: Equatorial úmido; região: amazônica; fenômenos climáticos: chuvas convectivas, elevada taxa de umidade, alto índice pluviométrico.
e) Clima: Tropical de altitude; região: cerrado; fenômenos climáticos: deslocamento de massas de ar tropicais atlânticas, sazonalidade da precipitação.

(Ufrn) As metrópoles podem ser consideradas como a expressão espacial mais complexa da produção do espaço geográfico no sistema capitalista. Por isso, podem ser vistas, também, como o espaço geográfico onde ocorrem as mais profundas alterações do quadro natural, que provocam uma série de problemas ambientais, como, por exemplo, o efeito estufa, a inversão térmica e a ilha de calor.
No caso específico da ilha de calor, trata-se de um fenômeno que ocorre nos centros urbanos resultante de uma série de fatores, dentre eles:

a) retenção do calor irradiado pela superfície terrestre; impermeabilização dos solos e cobertura vegetal densa.
b) construção de edifícios; cobertura vegetal densa e emissão de gases pelas indústrias.
c) redução da evaporação e do aquecimento da atmosfera; retirada da cobertura vegetal e dispersão de poluentes na zona central da cidade.
d) retirada da cobertura vegetal; concentração de edifícios e impermeabilização dos solos.


(Ufpe) "Em condições normais, nas camadas inferiores da troposfera, o ar se resfria de baixo para cima à razão de 0,6°C a cada 100m, fato ao qual se pode dar o nome de gradiente vertical. Em certas condições, porém, cria-se uma situação oposta: a camada mais fria situa-se sob a mais quente."
(CONTI, José Bueno. "Clima e Meio Ambiente". Ed. Atual)
Qual a denominação que é dada a essa "situação oposta", referida no texto?
a) termoclina
b) ilha de calor
c) gradiente termo-barométrico normal
d) inversão térmica
e) isoterma

(Pucrs) Responder à questão com base no desenho a seguir, referente ao meio ambiente.
O desenho refere-se
a) ao efeito tampão, que causa aumento exagerado de temperatura em cidades litorâneas durante os invernos.
b) ao efeito estufa, aumento de calor em função da agressão à camada de ozônio.
c) à formação de chuva ácida, que ocorre somente em áreas urbanas, em função da industrialização.
d) à inversão térmica, ocasionada pelo movimento do ar das zonas rurais para as zonas urbanas, aumentando as temperaturas nas cidades.
e) à formação de ilha de calor, aumentando a temperatura à medida que nos aproximamos dos centros urbanos.

(Unesp) Observe o quadro a seguir.
As letras A, B, C e D do quadro correspondem, respectivamente, a:
a) Mata de Araucária; tropical; floresta latifoliada; planaltos com coxilhas.
b) Amazônia; tropical de altitude; floresta caducifólia; planaltos tabuliformes.
c) Mata de Araucária; semi-árido; florestas tropicais; planícies onduladas e planícies deprimidas alagáveis.
d) Pradarias; tropical e semi-árido; manguezais; serras.
e) Pradarias; equatorial úmido; floresta caducifólia; planícies.
(Ufc) A figura a seguir representa a distribuição geográfica das principais formações vegetais originais do território brasileiro.
Assinale a alternativa que associa corretamente o espaço numerado no mapa à formação vegetal.
a) 1 - Floresta Amazônica, 2 - Cerrados, 7 - Vegetação do Litoral
b) 3 - Caatinga, 5 - Complexo do Pantanal, 6 - Mata de Araucária
c) 3 - Cerrados, 1 - Floresta Amazônica, 5 - Campos
d) 6 - Complexo do Pantanal, 8 - Mata de Araucária, 3 - Caatinga
e) 5 - Campos, 7 - Vegetação do Litoral, 2 - Floresta Amazônica


(Mack) Assinale a alternativa correta sobre a dinâmica de massas de ar no Brasil.
a) A massa equatorial atlântica origina-se no Atlântico Norte e influencia o clima de todo o interior do país.
b) A massa tropical continental origina-se na Depressão do Chaco e provoca chuvas torrenciais de inverno no litoral sul e sudeste.
c) A massa tropical atlântica originária do Atlântico Sul atua principalmente na faixa litorânea desde o nordeste até o sul do país.
d) A massa equatorial continental origina-se na Amazônia Ocidental e é uma das responsáveis pela seca do Nordeste.
e) A massa polar atlântica, originária da Antártida, tem atuação restrita ao extremo sul do país.









4 comentários:

  1. A questão correta está em negrito!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada a minha professora copiou desse site na mesma ordem e deu valendo 20 pontos !
    Ajudou bastante

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...