LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


31/12/2014

3ª AULA: Sociologia - A Relação Indivíduo e Sociedade: Weber e a ação Social - (1º Ano)


Para Weber a sociedade não é algo exterior e superior aos indivíduos, como para Durkheim, a analise deve centrar-se nos atores e em suas ações. Define como objeto da Sociologia a "ação social".

A ação social é o que o individuo pratica orientando-se pela ação dos outros. Só existe ação social quando o individuo tenta estabelecer algum tipo de comunicação, a partir de suas ações com os demais. Weber afirma que podemos pensar em diferentes tipos de ação social, agrupando - os de acordo com o modo pelo qual indivíduos orientam suas ações.

Assim, ele estabelece quatro tipos de ação social.
Tradicional: Determinada por um costume ou habito arraigado. Afetiva: Determinada por afetos ou estados emocionais. Racional com relação a valores: Determinada pela crença consciente num valor considerado importante, independentemente do êxito desse valor na realidade.
Racional com relação a fins: Determinada pelo calculo racional que estabelece fins e organiza os meios necessários.

Como isso se aplica na realidade!???

Para Weber as normas e regras sociais são o resultado do conjunto de ações individuais, e os agentes escolhem o tempo todo, diferentes formas de conduta. As idéias coletivas, como o estado, o mercado econômico, as religiões, só existem porque muitos indivíduos orientam reciprocamente suas ações num determinado sentido. Estabelecendo, dessa forma, relações sociais que têm de ser mantidas continuamente pelas ações individuais.

Qual a postura adequada do pesquisador social??

Não é possível a neutralidade do cientista em relação a sociedade, ele deve considerar os valores sociais colocando - se no lugar do individuo. Até hoje a sociologia trabalha a partir dos conceitos elaborados por esses grandes pensadores, assim como com mais conceitos e teorias recentes.

Fonte: TOMAZI, Nelson Dacio. Iniciação a Sociologia. Rio De Janeiro. Atual. 2004, p14-22

Exercício sobre o pensamento de Max Weber:

1ª Questão: Weber afirma que podemos pensar em diferentes tipos de ação social. Quais são elas?

(A) Ação tradicional, ação afetiva, ação racional com relação a valores, ação racional com relação a fins.
(B) Ação tradicional, ação afetiva, ação racional com relação ao financeiro, ação racional com relação à religião de um povo.
(C) Ação cultural, ação filosófica, ação sociológica, racional com relação às ciências.
(D) Ação racional com relação a valores, ação racional com relação a fins, ação irracional, ação apaixonada.
(E) Ação afetiva, ação racional, ação tecnológica, ação científica.

2ª Questão:  (Uem 2012) Sobre a sociologia compreensiva de Max Weber, assinale o que for correto.

01) Segundo essa perspectiva sociológica, a ordem social impõe-se aos indivíduos como força exterior e coercitiva, submetendo, assim, as vontades desses indivíduos aos padrões sociais estabelecidos.

02) A ação social é entendida como um comportamento dotado de sentido subjetivamente visado e orientado para o comportamento de outros atores.

04) O sociólogo tem como tarefa fundamental a identificação e a compreensão causal dos sentidos e das motivações que orientam os indivíduos em suas ações sociais.

08) O que garante a cientificidade da análise sociológica é o recurso à objetividade pura dos fatos.

16) As instituições sociais são definidas como resultados de relações sociais estáveis e duráveis, passíveis de serem alteradas a partir de transformações nos sentidos atribuídos pelos indivíduos às suas ações.

3ª Questão: (Unicentro 2012) Do ponto de vista do agente, o motivo é o fundamento da ação; para o sociólogo, cuja tarefa é compreender essa ação, a reconstrução do motivo é fundamental, porque, da sua perspectiva, ele figura como a causa da ação. Numerosas distinções podem ser estabelecidas e Weber realmente o faz. No entanto, apenas interessa assinalar que, quando se fala de sentido na sua acepção mais importante para a análise, não se está cogitando da gênese da ação, mas sim daquilo para o que ela aponta, para o objetivo visado nela; para o seu fim, em suma.
COHN, Gabriel (Org.). Max Weber: sociologia. São Paulo: Ática, 1979.
A categoria weberiana que melhor explica o texto em evidência está explicitada em

(A) A ação social possui um sentido que orienta a conduta dos atores sociais.
(B) A luta de classes tem sentido porque é o que move a história dos homens.
(C) Os fatos sociais não são coisas, e sim acontecimentos que precisam ser analisados.
(D) O tipo ideal é uma construção teórica abstrata que permite a análise de casos particulares.
(E) O sociólogo deve investigar o sentido das ações que não são orientadas pelas ações de outros.

4ª Questão:  (Uel 2011) O conceito de ação social desempenha papel fundamental no conjunto teórico construído por Max Weber.

Sobre este conceito utilizado por Max Weber, considere as afirmativas a seguir.

I. A ação social foca o agente individual, pois este é o único capaz de agir e de atribuir sentido à sua ação.

II. Interpretar a reciprocidade entre as ações sociais possibilita ao cientista social a compreensão sobre as regularidades nas relações sociais.

III. A imitação e as ações condicionadas pelas massas são exemplos típicos de ação social, pois são motivadas pela consciência racional da importância de viver em sociedade.

IV. O que permite compreender o agir humano enquanto ação social é o fato de ele possuir um sentido único e objetivo para todos os agentes envolvidos.

Assinale a alternativa correta.

(A) Somente as afirmativas I e II são corretas.
(B) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
(C) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
(D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
(E) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...