LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


04/04/13

SOLOS: origem, classificação, camadas, composição e fertilidade dos solos





Olá! Na aula de hoje vamos falar sobre a formação dos solos! Um processo também conhecido como Pedogênese.

😃Galera! O solo se forma a partir da transformação das rochas da crosta terrestre, rochas que são transformadas pela atuação do intemperismo. Entendemos por intemperismo toda força física, química e biológica capaz de desgastar, capaz de desagregar as rochas da crosta. Observe

O intemperismo é a capacidade de transformar um bloco rochoso (rocha matriz)em pequenos fragmentos, ou seja, a rocha matriz sofrendo a ação do intemperismo (rocha matriz alterada) e que se nesses pequenos fragmento de rochas (rocha alterada), ocorrer o desenvolvimento de algum tipo de atividade biológica, por exemplo, o surgimento de ervas daninhas, desenvolvimento de raízes de plantas. Essa atividade biológica somada a esses pequenos fragmentos de rocha é que dão origem aos solos. 

O solo é portanto a soma do intemperismo mais a presença da matéria orgânica  (o intemperismo + a ação da atividade biológica).

Entendemos portanto que os solos representam o produto do intemperismo e da atividade biológica sobre as rochas da crosta. Por isso, que todos os solos apresentam na sua composição uma pequena quantidade da rocha original e um pacote formado por minerais e resto orgânicos, isso denominamos então como solos.

Abaixo nós temos uma lista com os principais agentes naturais reguladores da formação dos solos.

- Rochas matriz (Rocha original que dá origem ao solo)
- Clima (as características do clima quente ou frio, seco ou úmido)
- Biosfera (atividade biológicas)
- Relevo (aclive, declive, planalto e planície)
- Tempo (claro que tudo isso sob a ação do tempo)

EXEMPLIFICANDO:

Rochas matriz:
A fertilidade de um solo está associada as características da sua rocha matriz.  
Por exemplo, o solo de terra roxa é formada a partir do basalto que apresenta uma composição mineral que acaba determinando a fertilidade do solo no momento em que ele sofre a pedogêneses, ou seja, no momento em que ocorre a desagregação da rochas da crosta, a partir do intemperismo.

A textura ou impermeabilidade de um solo, a sua impermeabilidade em relação a água, também são influenciadas pelas características da rocha Matriz. A composição mineral da rocha original pode tornar um solo mais ou menos impermeável.
Clima:
Um outros fator muito importante para determinar as características do solo é a influência do clima. A profundidade de um solo está diretamente ligado ao tipo de clima que atua sobre a rocha matriz da qual o solo será formado!Observe a figura baixo: 

O solo representado pela letra B ocorre apenas em regiões onde o clima predominante é um clima úmido(Clima quente e chuvoso). Em um clima úmido o intemperismo e a atividade biológico são mais intensos. Isso favorece a desagregação da rocha matriz de forma intensa e a atividade biológica também é muito intensa!

 Acima temos uma ilustração de um solo profundo, tipo de regiões equatoriais ou tropicais que ocorre geralmente em áreas onde existem grandes florestas. Como, por exemplo, na região da Amazonas e da mata atlântica. Representado pela letra B

Já o perfil do solo representado pela letra A o clima predominante é um clima seco (pode ser quente ou frio, não importa mas é seco = sem chuvas). Um exemplo, desse tipo de clima ocorre na região semi-árida do nordeste brasileiro onde seus solos são muito raso. No nordeste brasileiro temos um solo com uma composição rochosa muito maior, se compararmos com os demais só solos brasileiros,  justamente porque em ambientes secos o intemperismo e a atividade biológica não são tão intensos. Então a rocha original acaba não sendo tanto desagregada (modificada)e formando solos.

Biosfera (Atividade Biológica):
Um fator muito importante é a influencia da atividade biológica, microrganismo, formigas, cupins, a vegetação. Tudo isso, entendemos como Biosfera. 
- os microrganismos eles são muito importantes na reciclagem dos nutrientes do solo
- os cupins e formigas revolver o solo, trazendo elementos da superfície para o interior da camada do solo, e também o contrária do interior do solo para a superfície, isso acaba a fertilidade do solo.
- a vegetação do solo, ela é também importante para produzir matéria orgânica, que nós conhecemos como húmos, como também para proteger os solos.
Relevo:
Já a influencia do relevo ela é interessante! Observe a gravura abaixo.

Na porção indicado com o número 1, temos um ambiente íngreme (encosta de um morro). E na indicada como o número 2 temos um ambiente plano(campo=planicíe). A infiltração da água das chuvas ocorre com intensidade diferente nesses locais.

Porque? 

- no local íngreme a velocidade de escoamento superficial da água ela é mais intensa, a infiltração da água nesse local que vai ser menor. Nessa caso a alteração da rocha, ela acaba sendo muito pequena, porque existe pouca água no processo de intemperismo dessa rocha. Por isso que temos solos muito rasos em ambientes íngremes.

- no local plano, os solos tendem a ser mais profundos. E por que  isso ocorre? A água escoar com uma velocidade baixa e isso faz com que a infiltração ocorra com uma maior intensidade nesses locais, e essa infiltração acaba estimulando a velocidade do intemperismo e com isso também a atividade biológica nessa rocha intemperiszada. Por isso ocorre nesses ambientes uma maior produção nos solos.  

É importante você entender que as características do solo vão depender da somatória de todos esses agentes naturais (rocha matriz, clima, atividade biológica e relevo) sobre a ação do tempo.   

Continuando o nosso estudo sobre as características do solo, podemos observar que podem ser diferenciados  pelo seu grau de evolução, pela sua maturidade. Observe no esquema abaixo:

Quando a rocha é pouco alterada, ela dá origem ao que nós chamamos de solos jovens. Os solos jovens, eles podem ser reconhecidos pela presença de apenas algumas camadas. Essas camadas elas são conhecidas como HORIZONTES, essas camadas elas são estabelecidas a partir da alteração da rocha original.

- Quando essa rocha original ela é pouco alterada, o solo vai apresentar poucas camadas portanto, teremos um solo jovem.
- Quando a rocha original ela é muito alterada, o solo vai apresentar uma distinção maior de camadas, esse solo é conhecido como solo maduro.

Essas camadas ou horizonte, podem ser observadas facilmente na natureza, como na fotografia abaixo:

O horizonte A é um horizonte mais escuro, onde ocorre a acumulação de matéria orgânica. Analisando a imagem observe que acima do horizonte A existe o horizonte que nós chamamos de horizonte O, que vem justamente da palavra orgânica, é onde ocorre a maior acumulação de matéria orgônica, quando a água é infiltrada, ela consegue levar essa matéria orgânica em direção ao horizonte A, ocorrendo então a sua acumulação. Horizonte A e horizonte O, eles podem ser reconhecidos justamente pela coloração mais forte como você pode perceber na fotografia!

Abaixo do horizonte A aparece o horizonte B, ele não é tão escuro como o horizonte A ele é composto por elementos minerais menos solúveis, que sofreram menos transformação como o processo de intemperismo da rocha original.

O horizonte C ele vai apresentar, pedaços  muitos maiores da rocha original, que nós chamamos de regolito, até chegarmos ao bloco rochoso, a rocha matriz que não foi alterada. Portanto, quando mais evoluído, quanto mais alterado a rocha original, maior será a distinção de camadas, e esse tipo de solo são os que chamamos de maduro!

Galera para finalizar esse assunto vamos agora falar um pouco sobre a interação que existe entre solos, hidrografia e vegetação de um lugar:
 
No caso da hidrografia temos uma ligação direta entre o clima muito chuvoso e quente(clima úmido) e a existências de solos profundo o que possibilitam o surgimento de rios perenes como é ocaso dos rios brasileiros com exceção da região do semi-árido nordestino onde temos solos rasos consequência do clima semi-árido (quente e seco):   
 -solos profundos = rios perenes(permanentes)
 -solos rasos = rios intermitentes (temporário)
Então galera!! Quando você tiver um clima quente e úmido você terá solos profundo e a ocorrência de rios perenes(permanentes). 

No caso da vegetação em solos profundos e clima úmido teremos a ocorrência de vegetação de grande porte como é o caso da região da Amazonas e da mata Atlântica que são do tipo arbóreas = florestas tropicais.
IMPORTANTE:
- Quanto maior for a densidade vegetal do lugar maior também serão os níveis de matéria orgânica e de alteração da rocha que deu origem ao solo do lugar (por exemplo, Amazonas).
- Quanto menor for a densidade vegetal do lugar menor também serão os níveis de matéria orgânica e de alteração da rocha que deu origem ao solo do lugar(por exemplo, Caatinga).
No caso do Brasil, temos dois exemplo dessa combinação de clima úmido e quente e solos profundo com a formação de vegetações de floresta tropical úmido (mata atlântica) e da floresta  equatorial úmida (floresta amazônica)

Observe que é um circulo:

tipo de clima profundidade do solo tipo de rios (perene ou intermitentes)   densidade vegetal do lugar níveis de matéria orgânica alteração da rocha que deu origem ao solo do lugar. Esses elementos se interagem e são ao mesmo tempo causas e consequências uns dos outros. 



COMO ESSE ASSUNTO PODE SER COBRADO NO ENEM!

-Observe  gravura abaixo:

Veja que em região de clima quente e úmido  os solos são mais profundos. Já nas região de clima frio e seco observa-se que os solos bem rasos.




POR QUE ISSO OCORRE? 

Bem pessoal! A formação do solo está ligado ao nível pluviométrico e aos índices elevado da temperatura de uma região.

Analisando a gravura podemos observar que a área mais propicia do planeta à ocorrência de solos profundos está situada próxima a região do Equador, nessa região a temperatura, a precipitação e a evaporação potencial, são bem maior que em outras regiões do globo. Ou seja, a medida que nos aproximamos do Equador a temperatura, a precipitação e a evaporação potencial aumenta, o que acabam acelerando a desagregação da rocha, dando origem a mais volume ao solo da região. Mas quando nos distanciamos do Equador a temperatura, a precipitação e a evaporação potencial diminuem, também ocorrerá um retardamento ao processo de desagregação da rocha o que torna estas regiões possuírem solos rasos 



 COMO É QUE VOCÊ DEVE ESTUDAR ESSE ASSUNTO?


O SOLO NO VESTIBULAR E NO ENEM Para o estudante do ensino médio que está se preparando para o vestibular ou para o ENEM, uma dica é dar uma olhada no conteúdo sobre solos, pois diversas universidades tem colocado questões sobre o solo em seus processos seletivos e principalmente no ENEM.   

Confira agora uma dica de Geografia no Enem 
 Enem 2011 cobra questão sobre profundidade do solo. Confira.  

 ENEM




a) de clima temperado ocorrem alta pluviosidade e grande profundidade de solos.
b) tropicais ocorre menor pluviosidade, o que se relaciona com a menor profundidade das rochas inalteradas.
c) de latitudes em torno de 30° ocorrem as maiores profundidades de solo, visto que ha maior umidade.
d) tropicais a profundidade do solo e menor, o que evidencia menor intemperismo químico da água sobre as rochas.
e) de menor latitude ocorrem as maiores precipitações, assim como a maior profundidade dos solos.

GEOGRAFALANDO COMENTA: Num gráfico que representa todo o espaço geográfico do polo ao Equador, aparece representada a relação que existe entre elementos físicos, como a temperatura, a precipitação e a evaporação potencial, e a profundidade de desagregação da rocha. Nota-se que a profundidade de desagregação aumenta na medida em que se aproxima das áreas equatoriais (menor latitude), pois nessas regiões ocorrem os índices máximos de precipitação e temperatura.

 


EXERCÍCIOS DE AULA
 
1 Questão: Sobre a definição de Solo é INCORRETO afirmar que:

a) Solo é um corpo de material inconsolidado, composto por partes sólidas, liquidas e gasosas, que recobre a superfície terrestre.
b) São formados por materiais minerais e orgânicos, contendo matéria viva.
c) É um corpo passível de ser escavado, sendo utilizado dessa forma como suporte para construções ou material de construção.
d) Meio insubstituível para a agricultura, sustentação da flora e fauna, reciclagem de elementos, armazenamento de água e edificações do homem.
e) Todas as afirmativas incorretas.
 

2 Questão: Analise as proposições abaixo que descrevem os diferentes horizontes do solo




I. Horizonte O: Camada orgânica superficial. Drenado, com cor escura.
II. Horizonte A: Constituído, basicamente, de rocha alterada e húmus, sendo a região onde se fixa a maior parte das raízes e vivem organismos decompositores e detritívoros.
III. Horizonte B: Camada mineral constituída de quantidade reduzida de matéria orgânica, acúmulo de compostos de ferro e minerais resistentes.
IV. Horizonte C: Camada mineral pouco ou parcialmente alterada, podendo ou não ter se formado o solo.

São corretas as afirmativas:
a. I e II apenas
b. III e IV apenas
c. II e IV apenas
d. I e III apenas
e. Todas estão corretas.

3 Questão: Unicamp 2013 - (Primeira Fase) Solo é a camada superior da superfície terrestre, onde se fixam as plantas, que dependem de seu suporte físico, água e nutrientes. Um perfil  de solo é representado na figura abaixo.

Sobre o perfil apresentado é correto afirmar que:


a) O horizonte (ou camada) O  corresponde ao acúmulo de material orgânico que é gradualmente decomposto e incorporado aos horizontes inferiores, acumulando-se nos horizontes B e C.
b) O horizonte A apresenta muitos minerais não alterados da rocha que deu origem ao solo, sendo normalmente o horizonte menos fértil do perfil.
c) O horizonte C corresponde à transição entre solo e rocha, apresentando, normalmente, em seu interior, fragmentos da rocha não alterada.
d) O horizonte B apresenta baixo desenvolvimento do solo, sendo um dos primeiros
horizontes a se formar e o horizonte com a menor fertilidade em relação aos
outros  horizontes.

GEOGRAFALANDO COMENTA.
De acordo com a figura, temos no horizonte C a transição do solo e a rocha, apresentando  normalmente, em seu interior, fragmentos de rochas não alteradas. As outras alternativas não têm ligação direta com a figura





EXERCÍCIOS DE AULA

Nome: ............................................................................................ Turma: ..............

Data: ....../....../......

1) Coloque (A) para fatores ativos de formação do solo (P) para fatores passivos:

( ) Material de origem
( ) Clima
( ) Relevo
( ) Tempo
( ) Organismos

2) O que é solo? Quais os componentes do solo?


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3) O que é perfil do solo? Quais os seus horizontes principais?



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 

4) Marque a Ordem de Classificação de Solo de maior ocorrência no Brasil?

a) NEOSSOLOS
b) ESPODOSSOLOS
c) CAMBISSOLOS
d) LATOSSOLOS
e) PLANOSSOLOS

5) Assinale (V) para os itens verdadeiros e (F) para os itens falsos:

( ) NEOSSOLOS são solos considerados rasos, pedregosos e pouco desenvolvidos.
( ) Laterização é o processo de formação de LATOSSOLOS.
( ) LATOSSOLOS são solos considerados rasos, ou seja, pouco desenvolvidos.
( ) Gleização é o processo de formação dos ESPODOSSOLOS.
( ) O SiBCS (Sistema Brasileiro de Classificação de solos) foi criado para atender às condições climáticas existentes no Brasil (Tropical e Subtropical).

6) Qual a importância da Classificação de Solos?


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

7) Explique como os fatores de formação do solo: relevo e clima, podem influenciar diretamente em sua formação?
Figura 1.




9) Sobre o Intemperismo é CORRETO afirmar que:

a) É o conjunto de fenômenos físicos, químicos e biológicos, que levam a formação das rochas.
b) Intemperismo Químico é a quebra da estrutura física dos minerais que compõe a rocha ou sedimento (material de origem).
c) Intemperismo Físico causa uma desagregação de fragmentos cada vez menores, conservando as características de seus minerais, aumentando a superfície de contato dos fragmentos.
d) Intemperismo Biológico caracteriza-se pelo ganho de alguns nutrientes essenciais para plantas ou outros seres vivos que crescem em sua superfície.
e) O Intemperismo Biológico não causa Intemperismo Mecânico.

10) Um solo bem estruturado NÃO DEVE apresentar:

a) Camada Orgânica.
b) Camada Mineral.
c) Macroporos.
d) Microporos.
e) Rachaduras.

11) Sobre a classificação dos solos responda a alternativa CORRETA.

a) A classificação dos solos não permite entender os processos que levam um solo a transformar-se em outro.
b) Classificar solos não facilita a troca de informações.
c) Permite inferências a respeito da potencialidade, comportamento e gênese dos solos.
d) A taxonomia dos solos é baseada nas características mundiais.
e) Não é possível classificar solos segundo uma característica marcante.


12) Sobre os horizontes do solo, podemos afirmar CORRETAMENTE que:

a) O ou H - Os horizontes inorgânicos do solo.
b) A - Horizonte superficial, com pouca interferência do clima e da biomassa.
c) E - Horizonte de importação de material, geralmente argilas e pequenos minerais.
d) C - Porção de mistura de solo pouco denso com rochas muito alteradas.
e) B - Horizonte de maior concentração de argilas. É o solo com coloração mais forte e agregação.

13) São Aspectos Morfológicos a serem considerados na classificação, EXCETO:

a) Textura.
b) Cor.
c) Consistência.
d) Estrutura.
e) Análises de solo.

14) Não faz parte das classes de solo mais extensas do Brasil:

a) Latossolos.
b) Argissolos.
c) Neossolos.
d) Plintossolos
e) Chernossolos.

15) Não são características dos Latossolos:

a) São solos constituídos por material mineral.
b) Reduzido intemperismo.
c) Relevo suave ondulado a plano.
d) Muito profundos, porosos, macios e permeáveis.
e) Variabilidade: cor, textura e fertilidade.

16) Classe de solo comum no semiárido cearense:

a) Plintossolos.
b) Organossolos.
c) Neossolos.
d) Gleissolos.
e) Nitossolos.

17) Sobre os problemas causados pela degradação do solo, marque a alternativa INCORRETA.

a) Esgotamento dos solos.
b) Lixiviação.
c) Erosão.
d) Degradação por Contaminação.
e) Alta fertilidade no solo.







11 comentários:

  1. cade o gabaritooooooooooooooooooo???????????????????????

    ResponderExcluir
  2. Where's the answers? I need know! (I understand portuguese, hahaha)! Thanks!

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa gaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaabaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaariiiiiiiiiiiiiiiiiiitooooooooooooooooooooooooooo sooooooooooooooooocooooooooooooooooooooorrrrrrrooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...