LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


08/09/2013

O que é mais cobrado de Matemática no Enem?

Saber que a prova de Matemática e suas Tecnologias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) traz 45 questões pode assustar. Mas a boa notícia é que ela não exige que você decore fórmulas nem resolva operações muito complicadas.
“A parte fundamental da prova é a interpretação de textos, tabelas e gráficos. Se cair alguma fórmula mais complexa, será em pouquíssimas questões”, afirma o professor de matemática e supervisor da área no Curso Anglo, Glenn Albert Jacques van Amson.
Isso não significa, porém, que não é preciso ter alguma base. “Podemos dizer que 99% das perguntas englobam conteúdo do nono ano do Ensino Fundamental e primeiro ano do Ensino Médio”, afirma o professor. “Então o candidato precisa saber conceitos básicos desses anos.”

Segundo ele, em álgebra, o conteúdos mais cobrado é o de funções - o que inclui leitura de gráficos, geralmente abordando eventos do cotidiano, como o crescimento de saldo bancário. “Logaritmo já caiu na prova e exigiu que o candidato soubesse de cor suas propriedades, mas foi uma exceção”, diz Glenn.

Exemplo: questões tirada do Enem 2011

Em geometria, é fundamental dominar o conceito de triângulos semelhantes e cálculo de áreas, volumes e perímetros. Nesse caso pode ser preciso saber fórmulas – mas elas são intuitivas e bastante usadas pelo estudante ao longo de sua formação, constituindo um conhecimento básico.

E fica uma dica importante: saber mais fórmulas ajuda, mas, segundo o professor, é possível resolver boa parte dos cálculos de toda a prova usando a regra de três.
Em trigonometria, caem conceitos básicos, como seno, cosseno e tangente. Outros temas importantes que podem aparecer na prova: progressões aritméticas e geométricas, probabilidade, análise combinatória e estatística.


Como se sair bem

A maior dica do professor Glenn (e que vale para as outras matérias também) é resolver questões antigas de provas anteriores. Aproveite as que estamos postando por aqui e clique nos links para ter acesso a todas as questões. “Fazendo isso, o aluno vai se sentir bem mais à vontade na hora do exame”, completa.
Outra coisa que ajuda é usar o método pega-varetas.No jogo, que consiste em lançar varetas ao chão e pegar o máximo possível sem movimentar as outras, o segredo é sempre pegar as que estavam mais fáceis para, só depois, tentar tirar as difíceis.

Esse princípio também se aplica ao Enem e ao vestibular, em que há um grande número de questões de diferentes níveis de dificuldade e um tempo limitado para resolvê-las. Assim, comece respondendo as mais fáceis e deixe as mais complicadas para depois. “As questões têm pesos diferentes, mas o candidato deve tentar responder o maior número que conseguir”, explica o professor. Se perder muito tempo nas mais difíceis, sobrará pouco para as que você teria mais chance de acertar, certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...