LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


08/09/2013

O que é mais cobrado de Química no Enem?

Para o professor e supervisor de química do curso Anglo, João Usberco, as questões de química no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são bem contextualizadas e abordam temas clássicos.
"De 2009 para cá, a prova no geral tem ficado mais parecida com um vestibular, trazendo questões que cobram mais conteúdo. O aluno precisa fazer uma boa leitura e ter alguns conhecimentos prévios do ensino médio", completa.

Ele diz que o tema mais cobrado - e que provavelmente cairá de novo em 2012 - é cálculo estequiométrico.
Em segundo lugar vem termoquímica, geralmente pedindo o cálculo da quantidade de calor liberado na queima de diferentes materiais, como combustíveis. Muitas vezes as perguntas relacionam os dois temas.

Exemplos: questões tirada do Enem 2010


Em seguida, aparecem pilha e eletrólise, em questões que pedem para o aluno calcular o potencial de uma pilha. Oxidação também teve ocorrência, com o pedido para que se indicasse as substâncias que oxidam e reduzem.

Outro assunto muito presente são os equilíbrios químicos, relacionando o deslocamento de equilíbrio e concentração de reagente.
O tema acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução aquosa (pH) também aparece, especialmente em questões envolvendo chuva ácida e efeito estufa. O professor, no entanto, afirma que o Enem geralmente cobra mais conceitos do que cálculos.
Em química orgânica, o que tem sido pedido e, segundo Usberco, é fundamental que se saiba, é o reconhecimento das funções orgânicas. "Também considero provável aparecer isomeria plana e espacial, reações envolvendo álcoois e tipos de polimerização. Isso não foi explorado ainda e tem grandes chances de aparecer", completa.

Como se preparar
Para esse tipo de conteúdo, não tem jeito: é preciso ter o conhecimento prévio adquirido no Ensino Médio. "O nível de profundidade não é muito grande, mas é fundamental ter conceitos básicos. Não tem jeito de deduzir essas coisas. O aluno precisa saber identificar quais funções orgânicas existem em certo composto, ou saber o que é excesso e pureza, por exemplo.", diz o professor.
A melhor forma de estudar química, segundo ele, é resolvendo exercícios para entender os conceitos. Sem tentar decorar.
Na hora de resolver a prova, a dica é: leia a pergunta antes e só depois vá para o texto, sublinhando os conceitos mais importantes. "Às vezes eles trazem tantas informações desnecessárias que o aluno acaba se perdendo.", afirma Usberco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...