LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


03/04/2012

ASSUNTO: ORIGENS E FORMAÇÃO DO CAPITALISMO



-->
1 Aula: Assunto: O Capitalismo e a construção do Espaço Geográfico: 


Olá! Pessoal! Tudo bem? Hoje vamos iniciar o nosso estudo sobre a origem da formação e consolidação do sistema capitalista.

Noções preliminares
Leia e responda os questionamento abaixo:
- O que é o sistema capitalista para você?
- Qual a relação existênte entre o capitalismo e a atual configuração do espaço geográfico?
- Por que eu preciso entendê-lo para poder compreender o mundo que vivo?
- O que tem haver a atual configuração do Espaço Geografico com o a origem e manuntenção do sistema capitalista?

- O que você pensa a esse respeito?
- Tem haver ou não?
- Resposta sim!!!
- Se a sua resposta for afirmativa! 
me responda um outro questionamento:

Será que existe alguma tipo de ligação entre os tipos de espaço geograficos atrasados economicamente (pobres) com os espaços geográfico desenvolvidos economicamente (ricos)?

- Se a sua resposta for afirmativa! 

Me responda essa últama indagação. Se esses dois espaço geográficos que são tão diferentes, são produzidos pelo mesmo sistema socioeconomico. Qual é a responsabilidade que o capitalismo tem pela pobreza socioeconomica do mundo subdesenvolvido? E a mesmo tempo qual é a responsabilidade que o capitalismo tem pela riqueza socioeconômica dos países desenvolvidos(ricos)?
  
O que você pensa o que a esse respeito?
      
Vamos descobrir?

Se o espaço geografico é a concretização das ações, do homem ao longo do tempo e nele estão presentes as ações que envolvem as relações economicas, sociais e políticas que regem a sociedade humana é certo que a forma como está organizado o espaço geografico de um lugar é fruto dos tipos de relações de poderes que permeiam as relações sociais entre as pessoas de um determinado lugar ao longo da historia daquela sociedade e do lugar que elas construiram ao longo do tempo.

CONTEXTUALIZANDO:

No caso do sistema capitalismo por natureza ele é uma sistema socioeconômico que produz desigualdades sociais, nesse sentido, vai produzir também desigualdades:
- Politicas;
- Econômicas, etc;

E ainda...

Os tipos de relações de poderes não só produzem distorções sociais, mas também tipos de espaços geográficos diferentes e até antagonicos por natureza. Nesse sentido é claro que a presença de espaços desenvolvidos e espaços subdesenvolvidos dentro dos espaços geográficos produzidos pelo sistema capitalista, é de certa forma algo perverso. Porque a riqueza, o aumento na expectativa de vida de uma determinado grupo de pessoas (países ricos) é ganho a custa da diminuição dos anos de vida de um outro grupo de pessoas (países pobres). 

Dessa forma, não podemos achar normal, que um espaço que é sinônimo de luxo e riqueza seja também ao mesmo tempo sinônimo de atraso e miséria social. E o mais trágico, é que as pessoas encaram essa forma de produzir o espaço geográfico como algo normal.

É normal?

Claro que não!!!!

Exemplificando:

É de se perceber que a existência e a manuntenção dos países ricos (manuntenção dos bons indicadores sociais de suas populações) é sustentado a partir da existência dos países pobres, isto é, da exploração das pressoas que vivem nos países pobres.

OBSERVAÇÃO:
A perversidade reside aqui, em saber que um é parte do outro. Isto é, só existe países pobres devido a existência dos países ricos e vice-versa.  

Para os críticos do sistema capitalista tal realidade existe desde que o homem é homem, mas a materialização dessa processo de deu de forma mais perversa com a origem do sistema capitalista, pois este em sua essencia se constitui essencialmente pelos processo sociais onde as pessoas se relacionam pela produção e reprodução da base material da vida(luta pela sobrevivência= busca pelo alimento, segurança, abrigo etc.) 

Se fossemos analisar as distorções ou as contradições produzidas pelo sistema capitalista na estrutura de seu município  poderiamos exemplificar assim:

No seu município algumas pessoas trabalham para sustentar outras pessoas.

Mas quem são estas pessoas
na prática as pessoas que produzem são da periferia, e o seu trabalho serve para sustentar economicamente as pessoas que vivem nos centros urbanos.

Como assim. Na verdade, o que existe é uma apropriação dessa produção.

Por quê? Como assim?
Essa apropriação do fruto do trabalho do homem dar-se o nome de mais-valia, e é ela que possibilita o enriquecimento de um com base no empobrecimento de outros, e legitima as desigualdades sociais.

Conceituando:
"Mais Valia" é a diferença entre o valor de um produto/serviço e o valor que o trabalhador que produziu esse produto/serviço recebe por ele.    

Isto é, A mais-valia é o valor excedente entre o salário de um trabalhador e o valor de troca daquilo que ele produziu. Ela é um dos mais importantes conceitos da teoria econômica do marxismo. Segundo Karl Marx, ao longo da História - dos sistemas escravocratas ao capitalismo -  as classes dominantes têm extraído o que ele chamou de mais-valia das classes trabalhadoras. De acordo com o conceito marxista, no capitalismo o salário de um trabalhador nunca equivale ao valor de troca das mercadorias que ele produz. É como se durante sua jornada de trabalho o trabalhador recebesse apenas por uma parte dela e a outra ele trabalhasse de graça para o seu empregador. Os trabalhadores não reconheceriam essa exploração pois acreditam estar recebendo uma remuneração justa num mercado de trabalho livre.

Exemplificando:

Por exemplo: Imagine uma fábrica de cadeiras que produza 100 cadeiras por dia. Imagine que nessa fábrica trabalhem 10 pessoas e que cada cadeira seja vendida a R$50,00.

Quanto cada trabalhador receberá por dia?

Numa conta simples podemos pensar que, se a fábrica tem 10 funcionários e produz 100 cadeiras, cada funcionário fabrica 10 cadeiras por dia. Certo?

Certo.

E se cada cadeira é vendida a R$50,00, então cada trabalhador rende à fábrica R$500,00 por dia certo?

Certo.

Então, pela lógica, cada um deve receber R$500,00 por dia, certo?

ERRADO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...