LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


23/04/2017

LISTA 01 – Relações (interações) Ecológicas: Sociedade- (AULA 01)


Fala galera, tudo bem? Na lista de hoje vamos estudar as relações ecológicas entre os seres vivos.  De forma geral podemos dizer que existem dois tipos de relações ecológicas as intra (dentro/ mesma) e as inter (fora/outra). Assim, as relações ecológicas podem ser intraespecífica ou relações ecológicas interespecífica.
Ou seja,

- Relações intra-específicas:  Entre indivíduos da mesma espécie.
- Relações interespecíficas: Entre indivíduos de espécies diferentes.

Ambas, tanto as intra quanto as inter elas se dão de forma harmônicas e de forma desarmônicas entre os seres vivos.

Como assim?
- Relações harmônicas: Benefícios para as duas partes envolvidas ou benéfica para uma parte e indiferente para outro.
- Relações desarmônicas: Benefício para um indivíduo significa prejuízo para outro.

Num primeiro momento vamos apresentar as relações ecológicas intraespecíficas e num segundo momento falaremos das interespecíficas. Show?

As relações intraespecíficas, são relações ecológicas que ocorrem entre indivíduos da mesma espécie, ou seja, dentro da mesma espécie.

Temos dois tipos de relações harmônicas na intraespecífica:
- a Sociedade
- a Colônia

Temos dois tipos duas relações desarmônicas na intraespecífica:
- o Canibalismo
- a Competição intraespecífica

Vamos falar primeiro das harmônicas

OBJETO DO CONHECIMENTO
RELAÇÕES INTRAESPECÍFICAS
Relações - harmônicas: Sociedade

a)  Sociedade:
Sociedades - as sociedades são associações entre indivíduos da mesma espécie, organizados de um modo cooperativo hierarquicamente, onde ocorre divisão de tarefas. Os indivíduos nesse tipo de associação se mantêm unidos graças aos estímulos recíprocos.

Ex. insetos sociais (abelhas, cupins e formigas), animais sociais: lobo, ()alcateia), e os gorilas, manada de búfalos, de elefantes, cardumes. Etc...

Principais características:
- Sem ligação física  (não é anatômica ou seja, não há ligação entre os corpos).
- Divisão em castas sociais.
- União permanente entre indivíduos de uma mesma espécie, em que há divisão de trabalho,
ou seja, os indivíduos apresentam alto grau de cooperação, comunicação e divisão de trabalho, conservando relativa independência e mobilidade.
- é obrigatória.

EXEMPLIFICANDO:
Exemplos de sociedade entre insetos sociais:

- Abelhas:
A sociedade formada pelas abelhas melíferas (Apis mellifera) comporta três castas distintas: as operárias, a rainha e os machos ou zangões.

Uma colmeia de abelhas melíferas pode conter de 30 mil a 40 mil operárias. São elas as grandes responsáveis por todo o trabalho executado na colmeia. As operárias transportam o mel e o pólen das celas de armazenamento para a rainha, zangões e larvas, alimentando-os. Produzem a cera para ampliar a colmeia, limpam-na dos detritos e de companheiras mortas e doentes. Procuram, no exterior da colmeia, o néctar e o pólen. Além disso, guardam e protegem a colmeia. As operárias vivem, em média, seis semanas. São todas fêmeas estéreis.

A rainha apresenta a mesma constituição genética que as operárias. A diferenciação entre elas se faz pelo, tipo de alimento recebido na fase de larva. Enquanto as larvas das futuras operárias recebem apenas mel e pólen, as larvas que se desenvolverão em rainhas são também alimentadas com secreções glandulares de operárias adultas. Essas secreções recebem o nome de geleia real.

Cada colmeia de abelhas melíferas só tem uma rainha adulta. Esta controla as operárias graças a secreção de uma substância denominada feromônio. Essa substância se espalha por toda a colmeia, passando de boca em boca. O feromônio inibe o desenvolvimento do ovário das operárias, impossibilitando-as de se tornarem rainhas.

Quando a rainha adulta abandona a sua colmeia para construir uma nova, ela é seguida por cerca de metade das operárias. Inicialmente, esse novo grupo permanece enxameado durante alguns dias, em torno da rainha, num local ainda não definitivo. A seguir, o enxame se fixa em um abrigo apropriado. Uma nova colmeia surgirá graças à produção de cera pelas operárias.

Na colmeia antiga, aparece uma nova rainha e as que estavam em desenvolvimento são destruídas. Essa nova rainha, ao sair para o "voo nupcial", libera o feromônio, que estimula os zangões a segui-la. Durante o voo nupcial, a rainha é fecundada. Dependendo da espécie de abelha, a rainha poderá ser fecundada por apenas um zangão ou por vários.

A rainha, uma fez fecundada, volta à colmeia, onde, após algum tempo, reiniciará a postura de ovos. Esta se prolongará por 5 a 7 anos. Os ovos fecundados originarão rainhas e operárias e os não fecundados, os zangões. Enquanto as rainhas e operárias são diplóides; ou 2n pois resultam de óvulos fecundados, os zangões são haplóides ou n.

Os zangões são alimentados da mesma forma que as operárias. Delas diferem por serem haplóides ou n. Os zangões originam-se de óvulos não fecundados, portanto, partenogeneticamente. São importantes no voo nupcial, pois fertilizam a rainha nessa ocasião. Essa é a única atividade realizada pelos zangões; terminado o voo nupcial, voltam também à colmeia. Como são incapazes; de se alimentar sozinhos, são mortos a picadas pelas operárias ou expulsos da colmeia, morrendo consequentemente, de inanição.

Exemplos de sociedades entre animais (sociais)
 Gorilas: Os gorilas são animais sociais. Apesar da divisão de tarefas não ser tão rigorosa como nas abelhas, existe uma hierarquização dos membros do grupo, com um macho dominante e tarefas distribuídas pelos outros membros de modo a conseguir quatro benefícios para todos:
- proteção contra predadores,
- defesa dos recursos,
- acesso a parceiros para a reprodução
- a assistência no cuidado das crias. 




EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

1ª Questão:  (Unicamp 2014) Os insetos, especialmente aqueles com modo de vida social, estão entre os animais mais abundantes na Terra. São insetos sociais, que vivem em sociedade:

a) formigas, borboletas, besouros.

b) abelhas melíferas, formigas, cupins.
c) besouros, abelhas melíferas, moscas.
d) cupins, libélulas, cigarras.
Resolução:
São insetos sociais que vivem em colônias, isto é, em sociedades de abelhas melíferas, as formigas e os cupins.
Alternativa B.

2ª Questão: (UFRRJ)
O “espírito de união” entre as formigas é identificado como uma relação harmônica denominada:

a) Sociedade.
b) Mutualismo.
c) Protocooperação.
d) Colônia.
e) Comensalismo.
 
IMPORTANTE: + questões na próxima aula click

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...