LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


25/12/2014

5ª AULA: A Antiguidade Clássica – Grécia Antiga: Período Helenístico – do século IV (323) ao século I 30 a.C.)



5ª Aula: Período Helenístico – do século IV (323) ao século I  30 a.C.)

Galera! como agente já viu nas últimas quatro aulas que a Civilização Grega foi uma das maiores e mais importantes civilizações do mundo Antigo. Esta importância se dá pelo fato de este povo ter influenciado uma série de outros povos com seus traços culturais, tanto na Antiguidade como na época contemporânea. Você já ouviu falar da democracia como forma de organização política? Foi na Grécia antiga que ela foi criada. Noções matemáticas como o teorema de Tales ou a geometria de Euclides também foram desenvolvidas nessa civilização.

NOÇÕES PRELIMINAES:

Os povos Macedônicos (Felipe II e Alexandre) conquistaram o povo grego e misturaram sua cultura com a cultura dos povos do Oriente, sendo que Alexandre, amante da cultura grega, queria formar um Império Universal onde a cultura grega fosse o ponto unificador dos povos conquistados, formando assim uma nova cultura, o Helenismo.

Então vamos a aula:

Do ponto de vista político o continente grego afastou-se do centro dos acontecimentos. Com o estabelecimento do Império Romano em 27 a.C., a Macedônia e os territórios da Grécia Continental tornaram-se simples províncias romanas.

As antigas póleis, agora meros centros municipais, beneficiaram-se da Pax Romana e cessaram suas eternas disputas armadas. Os jogos continuaram sendo disputados e os festivais celebrados; muitas instituições políticas tradicionais conservaram os nomes e a influência local. Atenas manteve o status de cidade universitária

A cultura grega foi adotada pela elite romana e a cidade de Roma se tornou o mais novo e mais importante centro de cultura helênica. Na cidade, a medicina e o ensino da filosofia e da retórica, tão prezada pelos romanos, estava na mão de gregos (às vezes simples escravos); escultores de origem grega trabalhavam para patronos romanos; e os intelectuais romanos liam, falavam e escreviam fluentemente em grego.
Mas o Império Romano, no fim do século III, começou a se desagregar. em 395 d.C. os bárbaros visigodos conseguiram saquear Atenas, Corinto e outras importantes cidades gregas. Nesse mesmo ano, o imperador Teodósio I dividiu formalmente o Império em dois, e a Grécia foi incorporada ao Império do Oriente. A sede era a cidade de Constantinopla, fundada em 330 d.C. pelo imperador Constantino ao lado da antiga cidade grega de Bizâncio
No Ocidente, a península italiana e as províncias romanas caíram gradualmente nas mãos dos bárbaros. No Oriente, a cultura grega sobreviveria ainda durante muitos séculos (até 1453 d.C.); sua influência seria explícita a partir de 610 a 641 d.C., quando o grego se tornou a língua oficial do Império Bizantino, embora a oposição dos cristãos, agora dominantes,  contra  qualquer forma de paganismo.
A Igreja Cristã absorveu muitas coisas da antiga cultura grega; apesar disso, fez muita pressão para acabar com o paganismo. O ano de 529 d.C. marcou, o fim do vigor criativo da antiga cultura grega.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...