LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


21/09/2014

Estudo Dirigidos: História da Arte Grega


1. (Unicamp 2011)  À Ilíada, epopeia guerreira, sucede a Odisseia, pacífica coletânea de lendas e aventuras marítimas. Esse contraste corresponde a uma mudança, quando os povos da região renunciam às lutas em territórios muito estreitos e se voltam para os países longínquos. Os poemas homéricos são contemporâneos da grande expansão marítima dos fenícios e a Odisseia está cheia de violências e rapinas de todo tipo praticadas pelos fenícios, apresentados como mercadores descarados e bandidos sem escrúpulos; mas devemos levar em conta, nessas narrativas, as rivalidades comerciais.
(Adaptado de J. Gabriel-Leroux, As primeiras civilizações do Mediterrâneo. São Paulo: Martins Fontes, 1989, p. 67-68.)
a) Segundo o texto, quais seriam as razões históricas da diferença entre a Ilíada e a Odisseia?
b) Como a organização política de fenícios e gregos os diferenciava da civilização egípcia?
resposta:
a) Segundo o texto a Ilíada retrata uma grande aventura militar, durante a Guerra de Tróia, quando povos gregos desenvolveram uma política de expansão. A Odisseia retrata a relação amistosa entre os povos gregos, num contexto marcado pela expansão do comércio.
b) Tanto os fenícios como os gregos antigos se organizavam politicamente em cidades-estado, ou seja, as cidades eram unidades políticas soberanas e não estavam subordinadas a um governo central. Isso significa que para essas duas sociedades, o fato de pertencerem a um povo não significou a formação de uma nação. Na antiguidade, fala-se em povo fenício, mas não existiu um “Estado fenício” e o mesmo ocorreu com os gregos, pois tratamos de povo grego ou da mitologia grega e não existiu a Grécia enquanto Estado.
2. (Fuvest 94) Freud, Brecht e Pasolini, entre muitos outros, recorreram a ela em seus trabalhos. O primeiro, ao utilizar os termos "Complexo de Édipo" e "Complexo de Electra"; o segundo nas "Notas sobre a Adaptação de Antígona", e o terceiro, no filme "Medéia".
a) Identifique a arte grega evocada acima e dê o nome de dois de seus autores.
b) A que se deve sua permanente atualidade?
resposta:
a) Arte teatral, intensamente influenciada pela mitologia. São expoentes: Eurípedes, Ésquilo e Sófocles.
b) Sob efoque antropocentrista, o teatro aborda todas as vicissitudes humanas. Vícios, paixões, emoções, etc são temas abordados.
3. (Fuvest 93) "Há muitas maravilhas mas nenhuma é tão maravilhosa quanto o homem. ...homem de engenho e artes inesgotáveis... soube aprender sozinho a usar a fala e o pensamento mais veloz que o vento... sagaz de certo modo na inventiva além do que seria de esperar e na destreza, que o desvia às vezes para a maldade, às vezes para o bem...."
(ANTÍGONA, Sófocles, 497 - 406, a.C.)
"Este animal previdente, sagaz, complexo, penetrante, dotado de memória, capaz de raciocinar e de refletir, ao qual damos o nome de homem... Único entre todos os vivos e entre todas as naturezas animais, só ele raciocina e pensa.  Ora, o que há... de mais divino que a razão, que chegada à maturidade e à sua perfeição é justamente chamada de sabedoria?"
(SOBRE AS LEIS, Cícero, 106 - 43, a.C.)
"Eu não te dei, Adão, nem um lugar predeterminado, nem quaisquer prerrogativas.... Tu mesmo fixarás as tuas leis sem estar constrangido por nenhum entrave, segundo teu livre arbítrio, a cujo domínio te confiei.... Poderás degenerar à maneira das coisas inferiores, que são os brutos, ou poderás, segundo tua vontade, te regenerar à
maneira das superiores, que são as divinas."
(SOBRE A DIGNIDADE DO HOMEM, Pico della Mirandola, 1463 - 1494)
a) Qual o assunto dos textos e como é denominada a concepção neles presente?
b) Qual a relação existente entre o universo cultural de Pico della Mirandola e o de Sófocles e Cícero?
 resposta:
a) Os três textos exaltam o gênero humano e sua capacidade criadora. A concepção neles presente é o humanismo.
b) Pico della Mirandola exalta o humanismo renascentista que foi buscar no passado greco-romano que reviveram Sófocles e Cícero.
4. (Fuvest 89) Na Grécia Clássica, os deuses eram concebidos à imagem e semelhança do homem, postura invertida na Roma Imperial, na qual os cristãos viam o homem feito à imagem e semelhança de Deus.Relacione a visão religiosa com a estrutura sócio política em cada um dos casos acima.
resposta:
Na Grécia o politeísmo refletia o espírito humanista e o caráter antônimo das cidades e da sociedade grega. No império romano, a não aceitação do imperador como divindade pelo monoteísmo cristão questionava-o como autoridade política.
5. (Fuvest 2009) "Alexandre desembarca lá onde foi fundada a atual cidade de Alexandria. Pareceu-lhe que o lugar era muito bonito para fundar uma cidade e que ela iria prosperar. A vontade de colocar mãos à obra fez com que ele próprio traçasse o plano da cidade, o local da Ágora, dos santuários da deusa egípcia Ísis, dos deuses
gregos e do muro externo."
Flávio Arriano. "Anabasis Alexandri" (séc. I d.C.).
Desse trecho de Arriano, sobre a fundação de Alexandria, é possível depreender:
a) o significado do helenismo, caracterizado pela fusão da cultura grega com a egípcia e as do Oriente Médio.
b) a incorporação do processo de urbanização egípcio, para efetivar o domínio de Alexandre na região.
c) a implantação dos princípios fundamentais da democracia ateniense e do helenismo no Egito.
d) a permanência da racionalidade urbana egípcia na organização de cidades no Império helênico.
e) o impacto da arquitetura e da religião dos egípcios, na Grécia, após as conquistas de Alexandre.
resposta: [A]
6. (Fuvest 2009) No ano passado, aconteceu em Pequim mais uma Olimpíada. No mundo, peças teatrais estão sendo continuamente encenadas. Como se sabe, Olimpíadas e teatro (ocidental) foram uma criação da Grécia antiga.
Discorra sobre:
a) o significado dos jogos olímpicos para os antigos gregos;
b) as características do teatro na Grécia antiga.
resposta:
a) Os Jogos Olímpicos eram realizados na cidade de Olímpia em homenagem a Zeus, senhor do Olímpo na mitologia helênica. Para os antigos gregos, significavam ainda a confraternização entre as cidades-Estado e a celebração da superioridade do povo grego.
b) O teatro grego caracterizou-se pela restrição aos homens na atuação como atores, pelo uso de máscaras e as apresentações em anfiteatros ao ar livre. Quanto aos temas, caracterizou-se pelas tragédias e comédias.
7. (Fuvest 2006) Tendo em vista as cidades-estado (polis), comente a seguinte passagem do livro "História" (Livro VIII, 144), na qual Heródoto verifica a existência da "unidade de todos os helenos pelo sangue e pela língua, e os templos dos deuses e os sacrifícios oferecidos em comum, e a semelhança de nossa maneira de viver".
Faça o comentário em termos
a) da identidade dos gregos.
b) do significado da polis.
resposta:
a) Apesar da ausência de unidade política, os gregos possuíam em comum uma identidade cultural caracterizada pela origem, pela religião e pelo idioma.
b) A polis ou cidade-Estado constituía a base da organização política no Mundo Grego, isto é, as cidades distinguiam-se umas das outras por sua soberania política.
8. (Unesp 92) "A Civilização Grega alcançou extraordinário desenvolvimento. Além das indagações e respostas sobre os sentimentos humanos, os gregos legaram à humanidade, até sob a forma de humor, inúmeras realizações artísticas."
Ofereça contribuições para que se compreenda o papel do teatro como manifestação artístico-cultural reveladora do humanismo grego.
resposta:
Tragédia e comédia. Os gregos representavam o tom crítico da sociedade, dos seus problemas éticos e a política da época.
9. (Unesp 89) É certo que as civilizações da Antiguidade legaram à posteridade um respeitável acervo cultural. No entanto, para superar equívoco, assinale a alternativa INCORRETA:
a) A pintura egípcia revela belos exemplos de descrição de movimento, sendo a figura humana representada com a cabeça e os pés de perfil.
b) Entre as Civilizações Mesopotâmicas que se desenvolveram no vale dos rios Tigre e Eufrates, predominou, durante certo tempo, a forma asiática de produção.
c) No período denominado Homérico, houve a dissolução das comunidades gentílicas e a formação gradativa das Cidades-Estado da Grécia.
d) A escrita egípcia era em caracteres cuneiformes.
e) O Direito Romano, sujeito a novas interpretações, tornou-se parte importante do Código de Justiniano, influenciou juristas da Idade Média e até das fases históricas subseqüentes.
resposta:[D]
10. (Unesp 2001) Dentre os legados dos gregos da  Antigüidade Clássica que se mantêm na vida  contemporânea, podemos citar:
a) a concepção de democracia com a participação do voto  universal.
b) a promoção do espírito de confraternização por  intermédio do esporte e de jogos.
c) a idealização e a valorização do trabalho manual em  todas suas dimensões.
d) os valores artísticos como expressão do mundo religioso  e cristão.
e) os planejamentos urbanísticos segundo padrões das  cidades-acrópoles.
resposta:[B]
11. (Fuvest 82) O estudo do chamado Período Homérico da História da Grécia fundamenta-se na Ilíada  e na  Odisséia. Em linhas gerais, quais os temas centrais dessas obras?
resposta:
Epopéia grega, tomada de Tróia e as conquistas de Ulisses.
12. (Uece) Considerando a arte egípcia e grega, na Antigüidade, especialmente a escultura, podemos afirmar corretamente:
a) O Mediterrâneo, situado entre a Europa e a Ásia, impediu qualquer influência artística entre essas sociedades.
b) a escultura egípcia configurava uma visão idealizada do homem.
c) Os egípcios, assim como os gregos, rejeitaram associar a arte às concepções religiosas e ao poder.
d) os egípcios foram professores dos gregos na arte da escultura, fornecendo-lhes a inspiração e, mais importante, a técnica.
resposta:[D]
13. (Fuvest 82) Escreveram peças para teatro, durante o "Século de Péricles" (séc.V a.C.):
a) Homero, Tucídides, Heródoto e Xenofonte
b) Ésquilo, Sófocles, Eurípedes e Aristófanes
c) Sócrates, Protágoras, Platão e Aristóteles
d) Eratóstenes, Arquimedes, Euclides e Pitágoras
e) Píndaro, Alceu, Safo e Hesíodo
resposta:[B]
14. (Fuvest 2000) Indique e comente quatro elementos da antigüidade greco-romana presentes ainda hoje no mundo ocidental.
 resposta:
- A racionalidade grega presente no pensamento filosófico e científico.
- O conceito de cidadania e democracia que fortaleceu a política em detrimento da religião.
- A organização do Direito, herdada  dos romanos.
- O Latim, língua dos romanos que originou a formação de línguas modernas como o português e o espanhol.
15. (Unicamp 94) "Os deuses, quaisquer que tenham sido as suas origens longínquas, nada mais são do que seres humanos, maiores, mais fortes, mais belos, eternamente jovens; adquiriram não só a forma humana, mas também os sentimentos, as paixões, os defeitos e até os vícios dos homens; o mundo divino apresenta, portanto, uma imagem engrandecida, mas não depurada da humanidade."
(A. Jardé, A GRÉCIA ANTIGA E A VIDA GREGA, 1977)
Usando as informações contidas no texto e outras que você dispõe sobre o assunto, cite cinco características da religião na Grécia Antiga.
resposta:
Politeísmo, antropomorfismo, humanismo, mitologia e sacrifícios.
16. (Unicamp 98) No ano de 415 a.C., Alcibíades, um general de Atenas, assim defendeu suas qualificações para comandar uma esquadra contra os espartanos:
"Mais que a qualquer outro, atenienses, cabe-me receber o comando (...) Os helenos,que consideravam a nossa cidade esgotada pela guerra, passaram a fazer uma idéia de sua grandeza muito além de seu poder, diante do meu desempenho nos Jogos Olímpicos, pois entraram na pista hípica sete carros meus (...) e ganhei o primeiro, o segundo
e o quarto prêmios, além de ter-me apresentado em tudo mais num estilo digno de minhas vitórias. De acordo com as tradições isto é uma honra, e pelos feitos se deduz o
poder."
(Adaptado de Tucídides, HISTÓRIA DA GUERRA DO PELOPONESO 6.16. 1-2, Brasília: UnB, 1982, p.296)
a) O que foi a guerra do Peloponeso?
b) O que eram os Jogos Olímpicos para os gregos da Antigüidade?
c) Por que era importante para as Cidades-Estado gregas vencer nos Jogos Olímpicos?
resposta:
a) O conflito entre Esparta e Atenas pela hegemonia sobre o mundo Grego, na época clássica.
b) Competições de caráter esportivo e cultural, em homenagem a Zeus, deus supremo do Olimpo.
c) Para garantir o prestígio da cidade frente às demais cidades helênicas.
17. (Unicamp 2004) No poema grego Odisséia, que narra as viagens lendárias do herói Ulisses, esse personagem chega a um país habitado por gigantes chamados Ciclopes, que são descritos como "homens sem leis", porque "não têm assembléias que julguem ou deliberem" e "cada um dita a lei a seus filhos e mulheres sem se preocuparem uns com os outros".
(Homero, Odisséia. São Paulo: Nova Cultural, 2002, p. 117).
a) Aponte dois aspectos da cidade-estado grega que a diferenciava do país lendário mencionado no texto.
b) Identifique os dois principais modelos de cidade-estado desenvolvidos na Grécia.
c) Cite uma característica da democracia grega que a diferencie da democracia atual.
resposta:
a) A cidades-estado gregas diferenciavam-se do país lendário pela existência do Estado organizado e de um sistema de leis para regular as relações sociais.
b) Esparta, estruturada politicamente num modelo oligárquico e militarista e Atenas, como modelo democrático. Em ambos os casos, as cidades vivenciaram diferentes formas de organização política até se configurarem como modelos das polis gregas. 
c) A democracia grega era participativa, pois todos os cidadãos deveriam participar das assembléias para a deliberação das questões pertinentes à cidade. A democracia atual é representativa, pois os cidadãos escolhem representantes através de processo eleitoral para constituírem parlamentos ou exercer funções executivas em favor dos interesses da sociedade.
18. (Unicamp 2007) As figuras escavadas em pedra nos mármores de Elgin, que circundavam o Parthenon, encorajavam as esperanças dos atenienses. Assim batizadas em honra do nobre inglês que as levou para Roma no século XIX, elas podem ser apreciadas hoje no Museu Britânico. Nos mármores estão esculpidas cenas em honra da fundação de Atenas e aos seus deuses. Celebrava-se o triunfo da civilização sobre o barbarismo.
(Adaptado de Richard Sennett, "A pedra e a carne. O Corpo e a Cidade na Civilização Ocidental". Rio de Janeiro: Record. 2003, p. 37.)
a) O que significava "bárbaro" na Atenas Clássica?
b) Segundo o texto, o que o Parthenon e seus mármores significavam?
c) Explique por que a apropriação desses mármores pelos ingleses se dá no século XIX.
resposta:
a) Para os atenienses, "bárbaro" era todo aquele que não fosse grego ou aquele que não possuísse a cultura grega. De modo pejorativo, o termo designava a inferioridade cultural dos que pertencessem a outros povos, quando comparados com o termo "helênico" (grego).
b) De acordo com o texto, o Parthenon e seus mármores simbolizavam a superioridade da cultura helênica em relação aos demais povos, considerados pelos gregos como bárbaros.
c) Durante a fase imperialista das potências industriais no século XIX, as principais potências, em particular Inglaterra e França, devido ao poder e à pretensa superioridade cultural em relação aos demais povos, se apropriaram dos tesouros arqueológicos e artísticos dos países considerados mais fracos, sobretudo onde se desenvolveramgrandes civilizações na antiguidade.
19. (Ufsm)
A estátua "Lacoonte e seus filhos", produto do helenismo, foi desenterrada em Roma, em 1506, impressionou Michelangelo (1475-1564) e influenciou seu trabalho artístico em "Juízo Final". Com base no trabalho de Michelangelo, pode-se considerar correta a seguinte afirmação:
a) Sua arte restaura os valores da pólis grega: a exaltação da razão, a morte dos deuses, a hegemonia da assembléia popular.
b) Sua obra rompe com o naturalismo e inaugura as formas da arte moderna: a ênfase no abstrato.
c) Seu modo de representar a figura humana se opõe ao hedonismo e à glorificação do natural.
d) Seu trabalho glorifica o divino e o extraterreno em oposição ao humano e natural.
e) Sua colaboração artística se insere no movimento intelectual que forma os valores modernos: naturalismo e individualismo.
resposta:[E]
20. (Ufsm) A foto integra a mais recente versão cinematográfica da lenda da Guerra de Tróia, que, se de fato aconteceu, deu-se no século XIII a.C. Essa forma de representar a luta entre gregos e troianos mostra seus guerreiros cobertos por elmos, couraças, escudos e armados com lanças e espadas. A partir da análise da figura, é possível afirmar:
a) A guerra tinha um lugar secundário na sociedade grega, tendo em vista a ênfase nas artes, na literatura e na filosofia.
b) Os relatos heróicos geralmente ocultam o trabalho dos artesãos, dos ferreiros e dos construtores de navios.
c) O desenvolvimento da política sempre desconsiderou a guerra como instrumento de dominação.
d) A pólis grega, na sua composição política, privilegia lavradores e artesãos em detrimento dos guerreiros.
e) A aristocracia grega menospreza a guerra e investia em outras formas de exercício do poder.
resposta:[B]
21. (Unesp) Observe as duas figuras.
Os templos apresentados (o Partenon da Grécia clássica e a catedral gótica de Estrasburgo da Idade Média) veiculam princípios religiosos da Grécia antiga e do cristianismo, respectivamente.
a) Indique uma diferença entre a concepção religiosa grega da Antigüidade e a cristã.
b) Apresente a concepção de homem associada a cada um desses dois estilos arquitetônicos.
resposta:
a) GREGA: politeísmo, antropomorfismo e deuses concebidos à imagem do homem. 
CRISTÃ: monoteísmo, Deus como puro espírito e o homem concebido à imagem de Deus.
b) ESTILO GREGO: antropocentrista. 
ESTILO GÓTICO: teocentrista.
22. (Unesp 2005) Observe e compare as imagens seguintes.
 
a) Cite uma diferença na forma de representação do corpo humano numa e noutra escultura.
b) Explique a importância da escrita para o Estado egípcio na época dos faraós e a dos jogos olímpicos para as cidades gregas do século VIII a.C. ao V a.C. 
  resposta:
a) Quanto a anatomina humana, o "Escriba Sentado" revela uma representação estilizada e simplista, enquanto o "Discóbolo" evidencia maior maior fidelidade. O segundo revela ainda a sensação de movimento e o primeiro um caráter estático.
b) A escrita era fundamental para as questões administrativas e fiscais para o Estado Egípcio, sobretudo na elaboração dos relatórios relativos à coleta e  armazenamento dos cereais nos depósitos do  Estado e posterior distribuição entre a população. Os Jogos Olímpicos constituiam, além de significativo evento religioso, um fator de confraternização entre as cidades gregas.
23. (Unicamp) "Os deuses, quaisquer que tenham sido as suas origens longínquas, nada mais são do que seres humanos, maiores, mais fortes, mais belos, eternamente jovens; adquiriram não só a forma humana, mas também os sentimentos, as paixões, os defeitos e até os vícios dos homens; o mundo divino apresenta, portanto, uma imagem engrandecida, mas não depurada da humanidade."
(A. Jardé, A GRÉCIA ANTIGA E A VIDA GREGA, 1977)
Usando as informações contidas no texto e outras que você dispõe sobre o assunto, cite cinco características da religião na Grécia Antiga.
resposta:
Havia uma hierarquia de divindade; os deuses agiam como humanos (compartilhavam os mesmos vícios); alguns deuses eram associados á uma cidade específica como Atena; a igreja era poderosa por isso tinha o poder de hierarquizar a sociedade e influenciar governantes.
24. (G1) Em relação ao tema principal da escultura grega é correto afirmar:
a) As figuras são, na maioria, representações de deuses antropozoomórficos.
b) Essa produção reflete o antropocentrismo característico da cultura grega.
c) As obras possuíam temas variados: das paisagens às figuras de animais.
d) A escultura grega é marcada pelas representações fiéis de seus generais.
e) A maioria das representações era de figuras femininas de formas fartas.
resposta:[B]
25. (G1) Os períodos mais importantes da arte grega são: arcaico, clássico e helenístico. Assinale a alternativa correta em relação a esses períodos:
a) O período clássico foi aquele em que a arte atingiu a perfeição e harmonia.
b) O período arcaico corresponde ao momento em que a arte recebeu influência de outros povos dominados pelo Império Macedônico.
c) O período helenístico marca o início da produção artística de grande porte.
d) O período helenístico representa o fim das construções artísticas gregas.
e) O período arcaico é marcado pela perfeição, é o apogeu da arte grega.
resposta:[A]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...