LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


21/08/2014

Agentes formadores relevo terrestre: Parte 01= Tectonismo

Objetivos da Aula:

Noções preliminares:

Ola pessoal! O nosso assunto de estudo hoje é o relevo terrestre. Precisamente sobre os agentes formadores e modeladores do relevo terrestre. 

Mas o que é mesmo relevo?
O relevo terrestre pode ser definido como as formas da e superfície do planeta. O relevo se origina e se transforma sob a interferência de dois tipos de agentes: os agentes internos e externos.


- exógenos: intemperismo e a antropicidade (o fator humano)agentes externos. 
- endógenos: vulcanismo , tectonismo e abalos sísmicos ou terremotos;agentes internos


 
Estrutura geológica e mineração no Brasil (Foto: Colégio QI)
 Na aula de hoje vamos falar sobre agente interno isto é, auela que estruturam o relevo terrestre como o tectonismo e o vulcanismo.



  • AGENTES ENDÓGENOS (INTERNOS)


a) Endógenos (interno) estruturantes ou formadores (constituem as bases do relevo= arcaboço(terreno)): a.1) Tectonismo/Diastrofismo

São movimentos provocados por forças do interior da Terra que atuam de forma lenta e prolongada. Os movimentos tectônicos podem também ser chamados de diastrofismo (distorção). 

Estão ligados diretamente a esse movimento falhas e dobramentos, dando origem a várias formas de relevo. 

Existem basicamente dois tipos de movimentos causados pelo diastrofismo: 

- O movimento Epirogenéticos
- O movimento  Erogenéticos

 
  • Movimentos Epirogenéticos:
É quando os movimentos tectônicos ocorrem verticalmente, não provocando falhas geológicas. 
As Falhas, ou Falhamentos, são deformações na superfície do nosso planeta. Os falhamentos com desenvolvimento vertical podem ser considerados como movimentos Epirogenéticos, pois existe a ascendência ou a subsidência da superficie terrestre.



IMPORTANTE:
Quando esse deslocamento vertical ocorre para cima, é chamado de soerguimento 

EXEMPLIFICANDO:
Esquema de um movimento epirogenético de soerguimento 
            Esquema de um movimento epirogenético de soerguimento
  
Quando esse deslocamento vertical ocorre para baixo, é chamado de subsidência.
 Esquema de um movimento epirogenético de subsidência 
Esquema de um movimento epirogenético de subsidência

RESUMINDO.....

Os movimentos verticais podem ser negativos (para cima) soerguimentos de plataformas continentais, formando áreas mais altas como os Horsts ou positivas (para baixo) quando o terreno se abaixa por algum falhamento, chamamos de Graben. Galera esse tipo de movimento costuma não geram grandes eventos tectônicos como terremotos, mas, influencia em processos como os avanços e recuos do mar ou regressões  e transgressões marinhas.
As rachaduras ocasionadas pelas epirogêneses são chamadas de falhas e geram áreas suspensas (horst)  e áreas rebaixadas (gráben).
 



  IMPORTANTE:
Ao contrário da orogênese, a epirogênese costuma se manifestar em formações geologicamente antigas e estáveis, sendo um processo mais lento e gradual, de difícil análise e mensuração, uma vez que a sua incidência é mais frequente em áreas continentais, longe das bordas das placas tectônicas.
 
  • Movimentos Orogenéticos:

Outro fator que pode modificar a superfície. Galera!!!Esses movimentos originaram os relevos de maior altitude hoje presentes no globo.  Esses movimentos são os grandes formadores de relevo, a liberação de energia envolvida em eventos de choques de placas tectônicas geram os maiores fenômenos naturais da Terra, os terremotos, maremotos e os vulcões.
Os encontros de placas também geram grandes cadeias de montanhas através dos dobramentos e, além disso, podem “empurrar” uma das placas envolvidas no choque para o manto, gerando assim, uma área de subducção. 


  Como você pode observa na ilustração acima esse tipo de relevo se desenvolvem por alguma pressão horizontal que as placas tectonicas sofrem no caso pelo movimento convergente. Os relevos resultantes dessas forças laterais são chamados de relevos Dobrados (Dobramentos). 
 
Galera! As partes com a dobra com direção ao interior da terra, são chamadas de anticlinais, e as pro céu, são as sinclinais, conforme a figura abaixo:
 

 Então A orogênese ou dobramento caracteriza-se por movimentos horizontais de grande intensidade que correspondem aos deslocamentos da crosta terrestre. Quando tais pressões são exercidas em rochas maleáveis, surgem os dobramentos, que dão origem às cordilheiras. Veja a figura abaixo.

A ilustração mostra a pressões que os blocos continentais sofre a partir da ação de forças horizontais, ocasionando a formação de dobramentos ou enrugamentos na crosta que dão origem às montanhas.


EXEMPLIFICANDO:

Os Alpes e o Himalaia, dentre outras, originam-se dos movimentos orogênicos. A orogênese também é responsável pelos terremotos e maremotos.

RESUMINDO :


Orogênese ou ainda orogenia é o conjunto de processos que levam à formação ou rejuvenescimento de montanhas ou cadeias de montanhas produzido principalmente pelo diastrofismo (dobramentos, falhas ou a combinação dos dois), ou seja, pela deformação compressiva da litosfera continental.

O movimento orogênetico pode ocorrer de duas maneiras: orogênese convergente e o orogênese divergente.

É chamada orogênese convergente de quando há colisão de placas, ou divergente, quando ocorre separação das mesmas. A orogênese convergente traz como consequência a formação de dobramentos, cordilheiras ou fossas. Sua área de atuação é marcada pela ocorrência frequente de sismos e pela presença abundante de vulcões.

Quando os dobramentos datam de uma era geológica recente, (Era Cenozóica) como os Andes, são considerados modernos, e quando datam de uma era geológica antiga, (pré-Cambriano, por exemplo) como o Escudo das Guianas, são considerados escudos ou maciços antigos.

As fossas, por sua vez, são formações recentes, datadas do Cenozóico, por exemplo a Fossa das Marianas. São formadas quando, na colisão, uma placa desloca-se para baixo da outra, criando o que costuma-se chamar de Zona de Subducção ou Zona de Benioff. Caracterizam-se por representarem as áreas mais profundas do planeta, por estarem em contacto direto com a astenosfera e por sua grande instabilidade tectônica.

B) Já a orogênese divergente é responsável pela formação das dorsais ,ou seja, grandes buracos na superfície(que são conseqüência da separação das placas).

Como o assunto pode cair em provas?
1ª Questão: (IFPE) Geocientistas estimam que , a cada ano, o Himalaia cresça cerca de 4mm de altura. É um fenômeno imperceptível aos olhos humanos, mas que ocorre há milhões de anos, contribuindo para a formação dessa importante estrutura geológica. O movimento tectônico responsável pela formação das cadeias de montanha, como a do Himalaia é conhecido como:
(A)      Orogênese
(B)      Diogênese
(C)       Pedogênese
(D)      Paleogênese
(E)      Antrogênese
 
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO



1ª Questão: UVA/2005.1 O relevo terrestre é resultante da atuação de dois conjuntos de forças denominadas agentes do relevo, que compreendem os agentes interno ou criadores do relevo e os agentes externos ou modificadores do relevo.



Podemos considerar como agentes internos e externos, respectivamente:





A. Tectonismo e intemperismo.

B. Águas correntes e seres vivos.
C. Vento e vulcanismo.
D. Abalos sísmicos e vulcanismo.

CLF - COMENTA:
O relevo tem os seguintes agentes: Agentes internos ou formadores: tectonismo, vulcanismo e terremotos Agentes externos ou modificadores: erosão e intemperismo.
Resposta correta: "A"

2ª Questão:  O relevo terrestre resulta da atuação de duas forças que trabalham em conjunto, chamadas de agentes do relevo. Esses dois conjuntos de forças são denominados de agentes internos (ou formadores) do relevo, e agentes externos (ou modeladores) do relevo. São agentes internos e externos, respectivamente:


(A) tectonismo e intemperismo.

(B) vento e erosão.

(C) abalos sísmicos e vulcanismo.

(D) águas subterrâneas e intemperismo.
(E) águas correntes e seres vivos.


A alternativa correta é a letra:A
GEOGRAFALANDO COMENTA:

O relevo tem os seguintes agentes: Agentes internos ou formadores: tectonismo, vulcanismo e terremotos Agentes externos ou modificadores: erosão e intemperismo.
Resposta correta: "A"


3ª Questão: (FMTM – 2008) Considere os itens a seguir para responder à questão.




I. Consiste no derramamento do magma na superfície do planeta, o que pode ocorrer através de fendas ou orifícios na crosta. Na superfície, o magma esfria-se e torna-se sólido, formando uma nova camada rochosa;

II. Ocorre em função do contato das rochas com as águas e a umidade, ocasionando reações de destruição da rocha original. Sua ação é mais intensa nas regiões tropicais úmidas e equatoriais;

III. Trata-se da retirada de material rochoso das áreas mais altas do relevo terrestre pela água, que é transportado como materiais em suspensão para as áreas mais baixas e nelas se depositam, formando camadas de sedimentos;

Sobre os agentes modificadores do relevo terrestre, descritos em I, II e III, pode-se afirmar que

(A) todos são agentes externos, ou seja, atuam modificando somente a parte superficial do relevo terrestre.
(B) I é um agente interno, formador do relevo, enquanto II e III são agentes externos esculpidores do relevo.
(C) I e II são agentes internos, por se tratarem de processos de transformações químicas das rochas, enquanto III é um agente erosivo externo.
(D) apenas o agente III é atual, enquanto I e II atuaram no passado, criando as grandes formas do relevo.
(E) são todos agentes erosivos, ou seja, suas ações sobre a superfície destroem o relevo original.

Geografalando comenta
Alternativa correta: letra B.

Sobre as definições apresentadas no enunciado dos exercícios, é preciso fazer algumas considerações:

A afirmativa I narra o processo de formação de rochas magmáticas extrusivas em função da ação do vulcanismo, um agente interno de transformação do relevo.
A afirmativa II descreve o processo de intemperismo responsável pela decomposição ou destruição das rochas e dos solos, um agente externo de transformação do relevo.
A afirmativa II refere-se ao processo de erosão, que envolve a sedimentação das rochas e o transporte e deposição desses sedimentos, mais um agente externo ou exógeno.

Portanto, I refere-se a um agente interno, enquanto II e III referem-se a agentes externos.

4ª Questão: (UFPR – adaptada) Com relação aos agentes externos que atuam sobre o relevo da superfície terrestre, julgue com V ou F as afirmativas a seguir:

I. ( ) O intemperismo físico corresponde ao processo pelo qual as rochas sofrem alterações de tamanho e forma, sem alterarem sua estrutura química.
II. ( ) O intemperismo físico é mais intenso nas regiões de clima quente e úmido que nas regiões de clima quente e seco.
III. ( ) O intemperismo químico é bem menor nas regiões de clima quente e úmido que nas de clima quente e seco.
IV. ( ) A tendência geral dos rios é escavar o seu leito até que todo o seu curso atinja uma altitude muito próxima à de sua foz ou de seu nível de base.


A opção correta corresponde alternativa:

(A) VFVF
(B) VFFV
(C) VVVF
(D) VVFF
(E) FVFV

Geografalando comenta
Alternativa correta: letra B.
I. (V) No intemperismo física ocorre apenas a desagregação das rochas e não a sua decomposição, ou seja, não há alteração química.
II. (F) Nas regiões de clima quente e úmica, a ação da umidade provoca uma maior frequência de intemperismos químicos, e nas regiões de clima seco há uma maior ocorrência de intemperismos físicos.
III. (F) Idem.
IV. (V) Todo rio, devido à ação erosiva dos cursos d´'agua, tendem a provocar a formação de vales nas superfícies, cuja intensidade dependerá do nível de resistência dos solos e das rochas.

05. (FUVEST)  O vulcanismo é um dos processos da dinâmica terrestre que sempre encantou e amedrontou a humanidade, existindo diversos registros históricos referentes a esse processo. Sabe-se que as atividades vulcânicas trazem novos materiais para locais próximos à superfície terrestre.
A esse respeito, pode-se afirmar corretamente que o vulcanismo

(A) é um dos poucos processos de liberação de energia interna que continuará ocorrendo indefinidamente na história evolutiva da Terra.
(B) é um fenômeno tipicamente terrestre, sem paralelo em outros planetas, pelo que se conhece atualmente.
(C) traz para a atmosfera materiais nos estados líquido e gasoso, tendo em vista originarem-se de todas as camadas internas da Terra.
 (D) ocorre, quando aberturas na crosta aliviam a pressão interna, permitindo a ascensão de novos materiais e mudanças em seus estados físicos.
(E) é o processo responsável pelo movimento das placas tectônicas, causando seu rompimento e o lançamento de materiais fluidos.

06.(UFPE)  A atividade vulcânica compreende todos os fenômenos associados com o derrame sobre a superfície terrestre dos materiais magmáticos procedentes do interior da Terra. Sobre esse assunto, é incorreto afirmar que:

(A) o vulcanismo é um fenômeno endógeno exclusivo de áreas de colisão de placas litosféricas, em face da ação das correntes de convecção do manto.
(B) além da erupção de gases aquecidos e lavas fundidas, procedem dos vulcões vastas quantidades de materiais fragmentados que são produzidos pela expansão de gases.
(C) o magma, ao se solidificar nas fissuras rochosas preexistentes, origina diques mais ou menos espessos.
(D) as erupções variam muito de caráter, de acordo com a pressão e a quantidade de gás e a natureza da lava posta em liberdade.
(E) no Estado de Pernambuco, há evidências de atividades vulcânicas, ocorridas em épocas pretéritas, na Zona da Mata; os solos dessas áreas vulcânicas são, em geral, bons para a agricultura.

 

2 comentários:

  1. Adorei sua explicação ... Irei apresentar um trabalho com esses temas :) >>> Ana Lívia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...