LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


21/06/2014

PROVA DE GEOGRAFIA DO ENEM 2012: Competências, Habilidades, Comentários e Gabarito Oficial



Questão Rosa 17/ Amarelo 13/ Azul 03/ Branco 17
O cartum, publicado em 1932, ironiza as consequências sociais das constantes prisões de Mahatma Gandhi pelas autoridades britânicas, na Índia, demonstrando
______________________________________________

a)
a ineficiência do sistema judiciário inglês no território indiano.
b) o apoio da população hindu à prisão de Gandhi.
c) o caráter violento das manifestações hindus frente à ação inglesa.
d) a impossibilidade de deter o movimento liderado por Gandhi.
e) a indiferença das autoridades britânicas frente ao apelo popular hindu.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do ENEM

C3
Compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.
H13

H15
- Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder.
- Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
Disciplinas: História, Geografia e Sociologia
Mahatma Gandhi foi um influente líder da independência indiana frente ao imperialismo inglês e fundador do princípio que acreditava na resistência pacífica como forma de protesto e de mudança social. A charge demonstra a inutilidade das prisões a Gandhi, feitas pelo governo britânico frente à permanência de inúmeras manifestações pacíficas que levaram a Índia à independência em 1947. 

A questão tem como pano de fundo os temas Descolonização da Índia. Movimentos Sociais



Ao observamos o cartum, verificamos que as faces expostas de cada um na multidão são reflexos da face de Mahatma Gandhi, o que revela o grau de influência por ele exercido, bem como o nível de coesão  do movimento emancipacionista hindu por ele liderado através do método da resistência pacífica, o que englobava estratégias como a não violência, o boicote e a desobediência civil. O governo britânico foi incapaz de manter o ativista e pacifista preso, em face da pressão geral da multidão integrada ao movimento; também estando impossibilitado de evitar a vitória da luta emancipacionista da Índia.
   
______________________________________________

3. Gabarito:D

______________________________________________
 
Questão Rosa 17/ Amarelo 13/ Azul 03/ Branco 17

Texto I
O que vemos no país é uma espécie de espraiamento e a manifestação da agressividade através da violência. Isso se desdobra de maneira evidente na criminalidade, que está presente em todos os redutos — seja nas áreas abandonadas pelo poder público, seja na política ou no futebol. O brasileiro não é mais violento do que outros povos, mas a fragilidade do exercício e do reconhecimento da cidadania e a ausência do Estado em vários territórios do país se impõem como um caldo de cultura no qual a agressividade e a violência fincam suas raízes.
Entrevista com Joel Birman. A Corrupção é um crime sem rosto. IstoÉ. Edição 2099, 3 fev. 2010.

Texto II
Nenhuma sociedade pode sobreviver sem canalizar as pulsões e emoções do indivíduo, sem um controle muito específico de seu comportamento. Nenhum controle desse tipo é possível sem que as pessoas anteponham limitações umas às outras, e todas as limitações são convertidas, na pessoa a quem são impostas, em medo de um ou outro tipo.

ELIAS, N. O Processo Civilizador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.
Considerando-se a dinâmica do processo civilizador, tal como descrito no Texto II, o argumento do Texto I acerca da violência e agressividade na sociedade brasileira expressa a
______________________________________________

a)
incompatibilidade entre os modos democráticos de convívio social e a presença de aparatos de controle policial.
b) manutenção de práticas repressivas herdadas dos períodos ditatoriais sob a forma de leis e atos administrativos.
c) inabilidade das forças militares em conter a violência decorrente das ondas migratórias nas grandes cidades brasileiras.
d) dificuldade histórica da sociedade brasileira em institucionalizar formas de controle social compatíveis com valores democráticos. 
e) incapacidade das instituições político-legislativas em formular mecanismos de controle social específicos à realidade social brasileira.
______________________________________________


1. Competências e habilidades do ENEM

C3
Compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.
H14
Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situação ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
Disciplinas: História, Geografia e Sociologia
O Brasil viveu grande parte de sua história sobre regimes autoritários, tanto no período colonial, como também na república. A experiência da democracia é recente e ainda não foi enraizada na sociedade, diferentemente da violência e do autoritarismo, que ainda assolam muitos locais do nosso país.


A questão tem como pano de fundo os temas violência, cidadania e democracia. As desigualdades sociais e regionais; pobreza extrema; a grande  concentração de fluxos e estoque de riqueza; a insegurança no trabalho e nas ruas; as discriminações de raça, gênero e idade; a baixa qualidade dos serviços públicos, entre outros problemas relevantes da realidade social brasileira, são fenômenos inaceitáveis e que vêm se alastrando ao longo de nossa história. No entanto, embora muito se tenha avançado na sua compreensão, ainda não é possível vislumbrar uma clara política que rompa rápida e estruturalmente com as mazelas econômicas e sociais que assolam o cotidiano do país, ocasionando um aumento considerável nos casos de violência e agressividade.


Diante disso, podemos perceber de fato uma dificuldade histórica das instituições em formular mecanismos de controle social compatíveis com os valores democráticos presentes em nossa realidade.    
______________________________________________

3. Gabarito:D

______________________________________________

  
Questão Rosa 01/ Amarelo 23/ Azul 19/ Branco 14
Na imagem do início do século XX, identifica-se um modelo produtivo cuja forma de organização fabril baseava-se na
______________________________________________

a)
autonomia do produtor direto.
b) adoção da divisão sexual do trabalho.  
c) exploração do trabalho repetitivo. 
d) utilização de empregados qualificados.
e)
incentivo à criatividade dos funcionários.
______________________________________________


1. Competências e habilidades do ENEM

C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
H16
Identificar registros sobre o papel das técnicas e tecnologias na organização do trabalho e/ou da vida social.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
Na passagem do século XIX para o XX, diversas mudanças aconteceram no processo industrial. A imagem mostra o modelo taylorista/fordista, caracterizado pelo aprofundamento da divisão do trabalho e por consequência a alienação do trabalhador, priorizando o trabalho repetitivo e especializado com o uso da esteira no processo fabril. Essas transformações acarretaram também na alta produtividade do setor industrial e aumento do lucro das empresas pela mais valia, ou seja, pela diferença entre o valor produzido pelos operários e o valor vendido no mercado.

A imagem acima destaca o método de produção fordista, que surge a partir de 1914, na fábrica da FORD, caracterizado pelo trabalho em série, repetitivo, como podemos observar os trabalhadores na linha de montagem, divisão do trabalho, com produção e consumo em massa,contando com um trabalho alienado.



A questão aborda aspectos do capitalismo industrial e tem como pano de fundo a II Revolução Industrial que iniciou-se na segunda metade do século XIX e caracterizou-se pelo aumento da exploração proletária com a introdução do monopólio industrial-financeiro. A foto mostra uma linha de montagem que se caracteriza pelo crescimento da produção já que o trabalhador vai se adequar a apenas um tipo de trabalho que somado ao dos outros operários compõe todo o processo industrial.

Consequentemente, o proletariado fica alienado do entendimento do modelo produtivo, favorecendo a ideologia e a exploração capitalista.     
 

______________________________________________


3. Gabarito: C

______________________________________________

 
Questão Rosa 16/ Amarelo 12/ Azul 08/ Branco 04


A singularidade da questão da terra na África Colonial é a expropriação por parte do colonizador e as desigualdades raciais no acesso à terra. Após a independência, as populações de colonos brancos tenderam a diminuir, apesar de a proporção de terra em posse da minoria branca não ter diminuído proporcionalmente.
MOYO, S. A terra africana e as questões agrárias: o caso das lutas pela terra no Zimbábue. In: FERNANDES, B. M.; MARQUES, M. I. M.; SUZUKI, J. C. (Org.). Geografia agrária: teoria e poder. São Paulo: Expressão Popular, 2007.
Com base no texto, uma característica socioespacial e um consequente desdobramento que marcou o processo de ocupação do espaço rural na África subsaariana foram:
______________________________________________

a) 
Exploração do campesinato pela elite proprietária – Domínio das instituições fundiárias pelo poder público.
b) Adoção de práticas discriminatórias de acesso à terra – Controle do uso especulativo da propriedade fundiária.
c) Desorganização da economia rural de subsistência – Crescimento do consumo interno de alimentos pelas famílias camponesas.
d) Crescimento dos assentamentos rurais com mão de obra familiar – Avanço crescente das áreas rurais sobre as regiões urbanas. 
e) Concentração das áreas cultiváveis no setor agroexportador – Aumento da ocupação da população pobre em territórios agrícolas marginais.
______________________________________________


1. Competências e habilidades do ENEM

C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
H19
Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas que determinam as várias formas de uso e apropriação dos espaços rural e urbano.

______________________________________________
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:  
O texto aponta a contínua concentração de terra na mão de poucos produtores, mesmo após a descolonização, onde voltam sua produção para o mercado externo. Enquanto isso, pessoas com baixas condições de renda, adquirem minifúndios para sua subsistência em áreas periféricas.

O colonizador se apropriou das melhores terras para a agricultura de exportação do tipo Plantation, e, mesmo com a descolonização isso permaneceu, com as populações pobres ocupando territórios marginais, resultado de uma injusta relação de poder, o que é expressa do texto da questão.

Na passagem do século XIX para o XX, diversas mudanças aconteceram no processo industrial. A imagem mostra o modelo taylorista/fordista, caracterizado pelo aprofundamento da divisão do trabalho e por consequência a alienação do trabalhador, priorizando o trabalho repetitivo e especializado com o uso da esteira no processo fabril. Essas transformações acarretaram também na alta produtividade do setor industrial e aumento do lucro das empresas pela mais valia, ou seja, pela diferença entre o valor produzido pelos operários e o valor vendido no mercado.
______________________________________________

 
 3. Gabarito: E
______________________________________________

 
  
Questão Rosa 03/ Amarelo 25/ Azul 21/ Branco 16

Texto I
A Europa entrou em estado de exceção, personificado por obscuras forças econômicas sem rosto ou localização física conhecida que não prestam contas a ninguém e se espalham pelo globo por meio de milhões de transações diárias no ciberespaço.
ROSSI, C. Nem fim do mundo nem mundo novo. 
Folha de São Paulo, 11 dez. 2011 (adaptado).

Texto II
Estamos imersos numa crise financeira como nunca tínhamos visto desde a Grande Depressão iniciada em 1929 nos Estados Unidos.

Entrevista de George Soros. Disponível
em: www.nybooks.com. Acesso em: 17 ago. 2011 (adaptado).

A comparação entre os significados da atual crise econômica e do crash de 1929 oculta a principal diferença entre essas duas crises, pois 
______________________________________________


1. Competências e habilidades do ENEM

 C3

Compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.
H15
Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história. 
 C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social
 H18
Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
Disciplinas: Historia Geografia
A crise de 1929 ocorreu por conta da superprodução da economia americana ocasionada devido à reconstrução europeia, seu principal importador, no período entre guerras, no ápice do liberalismo econômico. Já a crise atual que ocorreu a partir de 2008, está relacionada a expansão do crédito bancário, principalmente, para a especulação no setor imobiliário, centro da crise,  no contexto do Neoliberalismo.

Apesar das duas crises estarem relacionadas à especulação do mercado financeiro, uma diferença fundamental entre elas é que a crise de 1929 ocorreu principalmente devido ao excesso de produção e a falta de mercados para o escoamento de produtos. Já a crise financeira que atingiu principalmente os Estados Unidos e a Europa a partir de 2008, está relacionada à enorme oferta de crédito bancário sem considerar as reais possibilidades de pagamento desses créditos. 



A questão aborda econômica de 1929 e  a crise econômica atual que teve inicio a partir de 2008.

Então galera!!! A crise de 1929 resultou de um processo de superprodução e subconsumo, resultante do aumento a produção norte-americana associada à recuperação da economia das principais potências europeias, na segunda metade da década de 1920, que passaram a limitar o consumo de produtos importados. Acrescente ainda a crescente especulação do mercado financeiro e a valorização artificial das ações de várias empresas, que recorriam a empréstimos para manter sua alta produtividade, sem contudo conseguir vender seus produtos.



A crise atual (2008 - 2012) tem raízes na especulação financeira resultante da facilidade de crédito bancários que multiplicaram as dívidas de parcelas significativas da população. A garantia mais comum para essas dívidas foi a hipoteca de imóveis, que acumulavam mais de uma dívida e ainda tinha valor venal suficiente para quitá-las. O aumento do desemprego no país impediu parcelas significativas da população de pagar suas dívidas, perdendo suas casas. Mesmo confiscando as casas, os bancos não conseguiram reaver seus recursos, tanto pelo valor ser insuficiente, quanto pela retração das vendas e desvalorização dos imóveis, afetando significativamente o setor financeiro.         
______________________________________________

3. Gabarito: B
______________________________________________
  
Questão Rosa 06/ Amarelo 28/ Azul 14/ Branco 21

A soma do tempo gasto por todos os navios de carga na espera para atracar no porto de Santos é igual a 11 anos — isso, contando somente o intervalo de janeiro a outubro de 2011. O problema não foi registrado somente neste ano. Desde 2006 a perda de tempo supera uma década.
Folha de S. Paulo, 25 dez. 2011 (adaptado).
A situação descrita gera consequências em cadeia, tanto para a produção quanto para o transporte. No que se refere à territorialização da produção no Brasil contemporâneo, uma dessas consequências é a
______________________________________________

a)
realocação das exportações para o modal aéreo em função da rapidez.
b) dispersão dos serviços financeiros em função da busca de novos pontos de importação.
c) redução da exportação de gêneros agrícolas em função da dificuldade para o escoamento.
d) priorização do comércio com países vizinhos em função da existência de fronteiras terrestres.
e) estagnação da indústria de alta tecnologia em função da concentração de investimentos na infraestrutura de circulação.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do ENEM

C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
H12
- Analisar o papel da justiça como instituição na organização das sociedades.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
                A demanda não suportada  plenamente de navios para atracar no Porto de Santos, o principal do país, reflete a infraestrutura inadequada do porto para atender o escoamento da produção brasileira, o que dificulta a exportação, como a agrícola.

Grande parte da produção agropecuária no Brasil é originada no centro-oeste. Desta forma, estes produtos percorrem milhares de km até chegar ao porto de Santos, no litoral de SP, em caminhões. A falta de intermodalidade no transporte de carga no Brasil dificulta a escoação dos gêneros agrícolas e encarece esses produtos, aumentando o chamado “custo Brasil”. 


A questão trás como pano de fundo a modalidade de transporte (enquanto fluxos) quanto ao escoamento de gêneros agrícolas para fora do Brasil(nesse caso o marítimo). E revela a ineficiência logística que reduz fortemente a capacidade brasileira de negociar com o mundo exterior(através dos seus portos).



As exportações de produtos agrícolas diminuem, em razão da dificuldade para o escoamento.

Os nossos portos estão ultrapassados e o serviços de embarque e desembarque de carga são lentos e ineficientes.   

______________________________________________

3. Gabarito: C

______________________________________________

Questão Rosa 08/ Amarelo 43/ Azul 29/ Branco 25
De repente, sente-se uma vibração que aumenta rapidamente; lustres balançam, objetos se movem sozinhos e somos invadidos pela estranha sensação de medo do imprevisto. Segundos parecem horas, poucos minutos são uma eternidade. Estamos sentindo os efeitos de um terremoto, um tipo de abalo sísmico.



ASSAD, L. Os (não tão) imperceptíveis movimentos da Terra. ComCiência: Revista Eletrônica de Jornalismo Científico, n. 117, abr. 2010. Disponível em: http://comciencia.br. Acesso em: 2 mar. 2012.
O fenômeno físico descrito no texto afeta intensamente as populações que ocupam espaços próximos às áreas de
______________________________________________

a)
alívio da tensão geológica.
b) desgaste da erosão superficial.
c) atuação do intemperismo químico.
d) formação de aquíferos profundos.
e) acúmulo de depósitos sedimentares.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H26 


H29
- Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas.
- Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem.

______________________________________________ 
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
O fenômeno descrito é o terremoto, ondas que se propagam pelo terreno à partir do alívio de tensão/energia de dobramentos ou falhamentos nas placas tectônicas. O choque de placas ou a acomodação de grandes porções de rochas subterrâneas liberam essas energias, podendo acarretar grandes problemas em áreas povoadas.

Os abalos sísmicos são consequência do alívio da tensão geológica, com a propagação da onda sísmica, ocasionando terremotos e tremores de terra, como também o movimento das placas tectônicas, onde a liberação da energia ocorre de forma mais intensa.



A questão aborda a interação entre os agentes interno do relevo com o mundo construído pelo homem. O fenômeno descrito no texto é denominado de abalo sísmico ou terremoto, sendo formado a partir de um tremor da superfície terrestre, produzido por forças naturais situadas no interior da crosta terrestre em profundidades variáveis. Os abalos são causados pelo choque de placas rochosas situadas a profundidades que vão desde 50 até 900 Km abaixo do solo. A maioria dos abalos sísmicos é de origem natural da Terra, são chamados de sismos  

Tectônicos, onde forças das placas tectônicas desliza sobre a astenosfera podendo colidir, afastar-se ou deslizar-se uma pela outra. Através dessas forças, as rochas vão se alterando até seu ponto de tensão; posteriormente as rochas começam a se romper e liberar uma energia acumulada durante o processo de deslocamento, daí a energia é liberada através de ondas sísmicas pela superfície e interior da Terra, ocasionando as vibrações.  
 
______________________________________________

3. Gabarito: A
______________________________________________ 
Questão Rosa 19/ Amarelo 37/ Azul 32/ Branco 28
A interface clima/sociedade pode ser considerada em termos de ajustamento à extensão e aos modos como as sociedades funcionam em uma relação harmônica com seu clima. O homem e suas sociedades são vulneráveis às variações climáticas. A vulnerabilidade é a medida pela qual uma sociedade é suscetível de sofrer por causas climáticas.
 

AYOADE, J. O. Introdução a climatologia para os trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010 (adaptado).

Considerando o tipo de relação entre ser humano e condição climática apresentado no texto, uma sociedade torna-se mais vulnerável quando
______________________________________________

a) 
concentra suas atividades no setor primário.
b) apresenta estoques elevados de alimentos.
c) possui um sistema de transportes articulado.
d) diversifica a matriz de geração de energia.
e)  introduz tecnologias à produção agrícola.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H26 


H29
- Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas.
- Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem.

______________________________________________ 
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
O setor primário é dependente das condições climáticas, sendo assim, podemos relacionar a vulnerabilidade social à falta de alimentos gerados por problemas de seca ou chuvas intensas, pois diminuiria drasticamente a oferta de alimentos, acarretando numa crise alimentícia que iria atingir diretamente tanto a população rural como também a urbana.

A relação clima/sociedade dentre as alternativas, pode ser mais bem expressa através da relação do clima com a agricultura, ou seja, com o setor primário, apesar dos avanços tecnológicos terem diminuído essa dependência.



A questão aborda a interação entre clima com o mundo construído pelo homem. O texto nos mostra a realidade das relações entre os seres humanos e as condições climáticas, onde a dependência e a fragilidade humanas se dão, com maior intensidade, nas sociedades de economia baseada na produção agropastoril e outras atividades primárias.



As sociedades desenvolvidas e possuidoras do domínio tecnológico estão capacitadas e se libertarem das maiores influências das causas climáticas.
 
______________________________________________
3. Gabarito: A
______________________________________________  

Questão Rosa 20/ Amarelo 38/ Azul 33/ Branco 29
Uma mesma empresa pode ter sua sede administrativa onde os impostos são menores, as unidades de produção onde os salários são os mais baixos, os capitais onde os juros são os mais altos e seus executivos vivendo onde a qualidade de vida é mais elevada.

SEVCENKO, N. A corrida para o século XXI: no loop da montanha russa. São Paulo: Companhia das Letras, 2001 (adaptado).
No texto estão apresentadas estratégias empresariais no contexto da globalização. Uma consequência social derivada dessas estratégias tem sido
______________________________________________

a)
o crescimento da carga tributária.
b) o aumento da mobilidade ocupacional.
c) a redução da competitividade entre as empresas.
d) o direcionamento das vendas para os mercados regionais.
e)  a ampliação do poder de planejamento dos Estados nacionais.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do ENEM

C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
H17

H18 
- Analisar fatores que explicam o impacto das novas tecnologias no processo de territorialização da produção.
- Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais.

______________________________________________
 

2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
O aumento da mobilidade ocupacional seria a única das respostas possíveis como uma consequência social. Os avanços em comunicação e transporte encurtaram o espaço-tempo, facilitando a mobilidade e gestão das empresas em diferentes locais.

As novas estratégias da produção pós-fordista tem provocado mudanças nas relações de trabalho, entre elas a mobilidade ocupacional, resultado do deslocamentos dessas firmas-redes.


A  questão aborda aspectos sobre o processo de globalização do mundo atual. A questão trás também como pano de fundo as empresas transnacionais que por sua vez se instalam em todas as regiões do mundo e que buscam vantagens, lucros  e grandes resultados na análise custo-benefício.


Galera!!!Os empregos ofertados se tornam atrações para operários em todos os continentes e países. Os desdobramentos das empresas provocam movimentação de trabalhadores, gerando intensa e crescente mobilidade ocupacional.

______________________________________________
3. Gabarito: B
______________________________________________
  
Questão Rosa 21/ Amarelo 39/ Azul 34/ Branco 30
A moderna “conquista da Amazônia” inverteu o eixo geográfico da colonização da região. Desde a época colonial até meados do século XIX, as correntes principais e população movimentaram-se no sentido Leste-Oeste, estabelecendo uma ocupação linear articulada. Nas últimas décadas, os fluxos migratórios passaram a se verificar no sentido Sul-Norte, conectando o Centro-Sul à Amazônia.

OLIC, N. B. Ocupação da Amazônia, uma epopeia inacabada Jornal Mundo, ano 16, n. 4, ago. 2008 (adaptado).

O primeiro eixo geográfico de ocupação das terra amazônicas demonstra um padrão relacionado à criação de 
______________________________________________ 

a) núcleos urbanos em áreas litorâneas.
b) centros agrícolas modernos no interior
c) vias férreas entre espaços de mineração.
d)  faixas de povoamento ao longo das estradas.
e)  povoados interligados próximos a grandes rios.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do ENEM

 C2

Compreender as transformações dos espaços geográficos como produtos das relações socioeconômicas e culturais de poder.
H9
Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial.
 C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social
 H18

H19
-Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais.
- Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas que determinam as várias formas de uso e aproveitamento dos espaços rural e urbano.
________________________________________
 
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
O processo de ocupação da bacia hidrográfica do Amazonas, se deu no século XVI, mais precisamente em 1616 com a expulsão dos franceses da cidade de São Luís do Maranhão pelos portugueses. Nesta área, já existia um pequeno vilarejo, que se expandiu da foz do rio Amazonas em direção oeste, às terras espanholas. Atualmente, esse eixo se inverteu com a expansão da fronteira agrícola, do centro-oeste em direção à base sul da Floresta Amazônica.



A  questão aborda aspectos sobre o processo de modernização que vem passando o campo brasileiro. O novo estágio do agronegócio brasileiro vem como pano de fundo.  Galera! A fronteira agrícola é o avanço da unidade de produção sobre o meio ambiente. Esse avanço está ligado à necessidade de maior produção de alimentos, criação de animais sob a demanda internacional de importação desses produtos. O primeiro eixo geográfico de ocupação na região se deu por meio do padrão rio-várzea-floresta, destacando a interligação dos povoados, vilas e cidades por meios dos rios. Então, o primeiro eixo geográfico de ocupação das terras amazônicas se processou ao longo dos grandes rios. Diferente do atual baseado no padrão de organização estrada-terra firme- subsolo, que surge a partir dos anos 1960.

______________________________________________

3. Gabarito: E
______________________________________________
  
Questão Rosa 23/ Amarelo 41/ Azul 36/ Branco 32


A partir dos anos 70, impõe-se um movimento de desconcentração da produção industrial, uma das manifestações do desdobramento da divisão territorial do trabalho no Brasil. A produção industrial torna-se mais complexa, estendendo-se, sobretudo, para novas áreas do Sul e para alguns pontos do Centro-Oeste, do Nordeste e do Norte.

SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2002 (fragmento).

Um fator geográfico que contribui para o tipo de alteração da configuração territorial descrito no texto é:
______________________________________________ 
a) Obsolescência dos portos.
b) Estatização de empresas.
c) Eliminação de incentivos fiscais.
d) Ampliação de políticas protecionistas.
e) Desenvolvimento dos meios de comunicação.
______________________________________________

1. Competências e habilidades do Enem

C2
Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
H9
Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial.



C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
H18  
- Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais.
______________________________________________
  
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:


A questão tem como pano de fundo a desconcentração industrial que é um processo econômico, que vai ter início a partir da década de 1970, onde parte do parque industrial  brasileiro deixou o seu centro mais tradicional, (região Sudeste, em especial, em especial, o estado de São Paulo) e foi transferido para outras regiões do país como o Nordeste, o Sul e o Centro-Oeste. Esse fenômeno deve-se à deseconomia de aglomerados e a guerra fiscal que estados e municípios passaram a travar como forma de obter desenvolvimento econômico, com base na expansão do parque industrial. A expansão dos meios de comunicação e transporte favoreceu a dispersão do parque industrial brasileiro.
Glarea!! Com a difusão da indústria no Brasil, processo este chamado de desconcentração industrial, a partir dos anos 1970, gerado a partir da saturação dos centros tradicionais, como pelas vantagens locacionais, entre elas a infraestrutura de comunicação. Assim com o desenvolvimento dos meios de comunicação, as sedes das empresas se desmembram das áreas de produção. Essas se desconcentram a partir do Sudeste indo em direção às outras regiões, em busca de isenções fiscais, mão de obra mais barata, etc

______________________________________________

3. Gabarito: E
______________________________________________  

Questão Rosa 27/ Amarelo 22/ Azul 18/ Branco 08

Portadora de memória, a paisagem ajuda a construir os sentimentos de pertencimento; ela cria uma atmosfera que convém aos momentos fortes da vida, às festas, às comemorações.

CLAVAL, P. Terra dos homens: a geografia. São Paulo: Contexto, 2010 (adaptado).
No texto, é apresentada uma forma de integração da paisagem geográfica com a vida social. Nesse sentido, a paisagem, além de existir como forma concreta, apresenta uma dimensão
______________________________________________  
a) política de apropriação efetiva do espaço. 
b) econômica de uso de recursos do espaço.
c) privada de limitação sobre a utilização do espaço.
d) natural de composição por elementos físicos do espaço.
e) simbólica de relação subjetiva do indivíduo com o espaço.
______________________________________________ 
1. Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
               H26
Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem.

______________________________________________

2. GEOGRAFALANDO COMENTA:


A questão aborda a relação do homem com o meio ambiente. Galera! O ser humano precisa para sobreviver e se desenvolver, se relacionar com o meio ambiente em busca de riquezas matérias. Esse relacionamento gera uma transformação da realidade tanto nos aspectos do mundo concreto, bem como do conceito que o homem possui sobre a própria realidade concreta. Esse intercâmbio entre o homem e o seu meio gera uma afetividade que provoca alegrias e tristezas, já que a plenitude humana não fica diluída no mundo geografia.   
 

Cada indivíduo constrói sua visão subjetiva do espaço ao criar um sentimento de pertencimento a partir de tudo aquilo que é visto, sentido e interpretado, tanto nas relações com o lugar, mas também com as pessoas que interagem com o indivíduo neste espaço.

A paisagem compreende a uma manifestação física da sociedade, seus objetos resultam da interação e da subjetividade de seus sujeitos com o espaço geográfico.

______________________________________________

3. Gabarito: E

______________________________________________
  
Questão Rosa 33/ Amarelo 6/ Azul 42/ Branco 45

O uso da água aumenta de acordo com as necessidades da população no mundo. Porém, diferentemente do que se possa imaginar, o aumento do consumo de água superou em duas vezes o crescimento populacional durante o século XX.

TEIXEIRA, W. et al. Decifrando a Terra. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 2009.
Uma estratégia socioespacial que pode contribuir para alterar a lógica de uso da água apresentada no texto é a

______________________________________________  
a) ampliação de sistemas de reutilização hídrica.
b) expansão da irrigação por aspersão das lavouras.
c) intensificação do controle do desmatamento de florestas.
d) adoção de técnicas tradicionais de produção.
e) criação de incentivos fiscais para o cultivo de produtos orgânicos.
______________________________________________ 
1. Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H27

H29


H30
- Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos.
- Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas.
- Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas.

______________________________________________ 

2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
A oferta de água potável vem diminuindo em detrimento da demanda que só aumenta, principalmente em regiões secas no planeta. Uma estratégia a ser adotada seria a reutilização dos recursos hídricos, tanto em domicílios como nas indústrias, já que outros métodos, como dessalinização da água marinha (no caso de países litorâneos), são caros para a obtenção de água doce e potável. 

A demanda pelos recursos hídricos vem aumentando duas vezes mais do que o crescimento populacional, o que necessita de uma política de reutilização desse recurso para que não falte no futuro.


A água potável do Planeta está atingindo níveis críticos , uma vez que apenas 2,5% da hidrosfera é doce. E, ainda, parte das reservas de água doce sendo poluída: através dos esgotos domésticos e industriais não tratados, uso indiscriminado de agrotóxicos na agricultura; desperdiçada através da irrigação de plantações, mau uso de agua tratada; ocupação de áreas de mananciais, desertificação de regiões desmatadas. Mesmo países com grandes reservas hídricas, como é o caso do Brasil e EUA, enfrentam problemas com abastecimento de água em algumas regiões. Uma estratégia socioespacial que pode contribuir para alterar a lógica do uso de água é a ampliação de sistemas de reutilização hídrica. 
______________________________________________    
3.    Gabarito: A

______________________________________________
  
Questão Rosa 36/ Amarelo 29/ Azul 43/ Branco 33
Minha vida é andar
Por esse país
Pra ver se um dia
Descanso feliz
Guardando as recordações
Das terras onde passei
Andando pelos sertões
E dos amigos que lá deixei

GONZAGA, L.; CORDOVIL. H. A vida de viajante, 1953. Disponível em: www.recife.pe.gov.br. Acesso em: 20 fev. 2012 (fragmento).
 
A letra dessa canção reflete elementos identitários que representam a
______________________________________________  
a) valorização das características naturais do Sertão nordestino.
b) denúncia da precariedade social provocada pela seca.
c) experiência de deslocamento vivenciada pelo migrante.
d) profunda desigualdade social entre as regiões brasileiras.
e) discriminação dos nordestinos nos grandes centros urbanos.
______________________________________________ 

1. Competências e habilidades do ENEM

C2
Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
H8
Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social.

______________________________________________ 
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
As migrações são comuns em nosso país, destacando a região Nordeste, área de maior fluxo migratório, e expressam múltiplas funções e interesses, principalmente, gerando um grande mosaico cultural, devido o contato com as culturas e experiências vividas por um imigrante.

A música de Luiz Gonzaga aponta as experiências das andanças de um migrante pelo país, característico dos movimentos populacionais ocorridos no Brasil. Esses movimentos são gerados por diversos motivos, como o êxodo rural, onde muitas pessoas necessitam sair das zonas rurais em direção as áreas urbanas em busca de melhores condições vida. Também podemos citar os trabalhadores rurais – bóia-frias – que se deslocam sazonalmente nas diferentes regiões produtoras do país.

______________________________________________ 
3. Gabarito: C

______________________________________________ 
  
Questão Rosa 38/ Amarelo 31/ Azul 45/ Branco 35


Na charge faz-se referência a uma modificação produtiva ocorrida na agricultura. Uma contradição presente no espaço rural brasileiro derivada dessa modificação produtiva está presente em
______________________________________________

a) Expansão das terras agricultáveis, com manutenção de desigualdades sociais.
b) Modernização técnica do território, com redução do nível de emprego formal.
c) Valorização de atividades de subsistência, com redução da produtividade da terra.
d) profunda desigualdade social entre as regiões brasileiras.
e) discriminação dos nordestinos nos grandes centros urbanos.
______________________________________________ 
 
1. Competências e habilidades do ENEM

C2
Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
H8
Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social.



C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.

H28


Relacionar o uso das tecnologias com os impactos sócio-ambientais em diferentes contextos histórico-geográficos.

______________________________________________ 
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
O Brasil apresenta uma grande contradição no seu espaço agrário. Enquanto ano após ano as safras batem recordes de produção, ainda há uma grande parcela da população com subnutrição. Os avanços na biotecnologia ajudaram na expansão das terras agricultáveis, mas não apagaram os problemas de desigualdade social no campo.

O   tema central da questão trata das relações produtiva no campo, e tem como pano de fundo o problema da fome no mundo e no Brasil que certamente não ocorre por falta de produção de alimentos, mas sim devido a causas socioeconômicas.  A problemática da fome no Brasil está de forma mais direta relacionada à má distribuição de renda e a desequilibrada estrutura fundiária, na qual a maioria da população rural sobrevive em pequenas propriedades (minifúndios) onde se praticam uma agricultura de sobrevivência, enquanto os latifúndios, expansão das terras agricultáveis, são destinados à produção alimentar para o mercado externo, ou são improdutivos.

A as transformações produtivas no campo, gerados pela biotecnologia, como uso de sementes transgênicas, tem aumentado a produção e a busca por novas terras, a exemplo do Cerrado e da Amazônia brasileira, biomas ameaçados pelo agronegócio, o que manteve a desigualdade social e aumentou os problemas ambientais.


______________________________________________ 
3. Gabarito: A

______________________________________________ 

Questão Rosa 39/ Amarelo 34/ Azul 24/ Branco 38

A interpretação e a correlação das figuras sobre dinâmica demográfica brasileira demonstram um(a)
______________________________________________


a) menor proporção de fecundidade na área urbana
b) menor proporção de homens na área rural.
c) aumento da proporção de fecundidade na área rural.
d) queda da longevidade na área rural
e) queda do número de idosos na área urbana.
______________________________________________



1.    Competências e habilidades do ENEM

C2
Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
H8
Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social.


______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
A questão aborda o crescimento populacional brasileiro, marcado, atualmente, pela redução do número de jovens e aumento do número de idosos, com uma queda no crescimento demográfico, principalmente nas áreas urbanas, onde as taxas de fecundidade são mais baixas, devido ao custo de vida elevado, maior acesso a informação, métodos contraceptivos, grau de escolaridade elevado, dupla jornada de trabalho, entre outros fatores que levam a redução populacional.

A inserção da mulher no mercado de trabalho, o aumento da escolaridade, o uso de contraceptivos e os altos custos nos centros urbanos fizeram com que, nas últimas décadas houvesse o declínio mais acentuado da taxa de fecundidade e natalidade na cidade em relação ao campo.



O censo ou recenseamento demográfico é um estudo estatístico referente a uma população que possibilita recolher várias informações, tais como o número de habitantes, a distribuição etária, a divisão por cor e sexo, profissão, entre outras coisas.


O censo demográfico 2010, realizado pelo IBGE, constatou a redução do ritmo de crescimento da população que atualmente é de 1,2% ao ano. Nesse período, ocorreu a redução das taxas de natalidade, mortalidade e fecundidade. Outras informações coletadas dizem respeito ao predomínio do sexo feminino, do elemento pardo e do envelhecimento da população brasileira.
 

______________________________________________


3.    Gabarito: A
______________________________________________


 
Questão Rosa 41/ Amarelo 34/ Azul 37/ Branco 40
As plataformas ou crátons correspondem aos terrenos mais antigos e arrasados por muitas fases de erosão. Apresentam uma grande complexidade litológica, prevalecendo as rochas metamórficas muito antigas (Pré-Cambriano Médio e Inferior). Também ocorrem rochas intrusivas antigas e resíduos de rochas sedimentares. São três as áreas de plataforma de crátons no Brasil: a das Guianas, a Sul-Amazônica e a do São Francisco.

ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 1998.
As regiões cratônicas das Guianas e a Sul-Amazônica têm como arcabouço geológico vastas extensões de escudos cristalinos, ricos em minérios, que atraíram a ação de empresas nacionais e estrangeiras do setor de mineração e destacam-se pela sua história geológica por 
______________________________________________


a) apresentarem áreas de intrusões graníticas, ricas em jazidas minerais (ferro, manganês).
b) corresponderem ao principal evento geológico do Cenozoico no território brasileiro.
c) apresentarem áreas arrasadas pela erosão, que originaram a maior planície do país.
d) possuírem em sua extensão terrenos cristalinos ricos em reservas de petróleo e gás natural.
e) serem esculpidas pela ação do intemperismo físico, decorrente da variação de temperatura.
______________________________________________


1.    Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H27
Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:


A questão aborda o aproveitamento econômico dos recursos mineralógicos encontrados nos escudos antigos também chamados de plataformas ou crátons. Galera! A formação cristalina, ou crátons, é a área cuja superfície se constituiu no Pré-Cambiano (arqueozoico proterozoica) – cerca de três bilhões de ano atrás. Nesta estrutura geológica encontramos diversos tipos de rochas, merecendo destaque as magmáticas e metamórficas na qual é comum a ocorrência de minerais metálicos. As rochas magmáticas são subdivididas em intrusivas ou platônicas e extrusivas ou vulcânicas. Nas rochas magmáticas intrusivas o material sofre um resfriamento no interior da terra (lento). Podemos citar, como exemplo, granito, diorito, sienito e gabro. Já nas magmáticas extrusivas ou vulcânicas o material é consolidado na porção externa da terra (rápido), onde merece destaque o basalto.    
 
No Brasil, a região destacada como regiões cratônicas, escudos cristalinos, ou terrenos antigos que sofrem constantemente erosão, ricos em minérios, como o ferro e manganês, destacando as guianas, onde se encontra a Serra do Navio, no Amapá, e o Sul-Amazônico, onde se encontra a Serra dos Carajás no Pará, dentre outras províncias mineralógicas da região, que apresentam rochas intrusivas, que se cristalizaram no interior da rocha.Galera! Essas áreas são caracterizadas pela formação de minerais metálicos, constituindo áreas importantes para a extração de minérios de ferro, ouro e manganês.
______________________________________________


3. Gabarito: A
______________________________________________

 
Questão Rosa 43/ Amarelo 36/ Azul 39/ Branco 42

A irrigação da agricultura é responsável pelo consumo de mais de 2/3 de toda a água retirada dos rios, lagos e lençóis freáticos do mundo. Mesmo no Brasil, onde achamos que temos muita água, os agricultores que tentam produzir alimentos também enfrentam secas periódicas e uma competição crescente por água.

MARAFON, G. J. et al. O desencanto da terra: produção de alimentos, ambiente e sociedade. Rio de Janeiro: Garamond, 2011.
No Brasil, as técnicas de irrigação utilizadas na agricultura produziram impactos socioambientais como
______________________________________________


a) redução do custo de produção.
b) agravamento da poluição hídrica.
c) compactação do material do solo.
d) aceleração da fertilização natural.
e) redirecionamento dos cursos fluviais.
______________________________________________


1.    Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H27

H30
- Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos.
- Avaliar as relaçãoes entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO COMENTA:


A questão aborda as aspectos sobre a agricultura, mas tem como pano de fundo um outro tema que a hidrografia, com relação ao uso da água nessa atividade econômica . Como um recurso natural renovável a água utilizada nesse tipo de atividade econômica (água doce) corresponde apenas a cerca de 2,5% de toda água disponível no planeta. Galera!! Sua utilização varia de acordo com as diversas atividades humanas. O setor da atividade econômica que mais utiliza água é a agropecuária, que corresponde por 70% de toda água retirada dos rios, lenções freáticos do mundo. A atividade industrial consome 20% da água e o consumo humano, 10%.


O uso excessivo da água para irrigação tem gerado vários impactos ambientais, como a contaminação de lençóis freáticos e rios por agrotóxicos, porém o comando destaque uma técnica de irrigação, no caso o redirecionamento dos rios


As utilização de técnicas de irrigação agrícolas produzem impactos sociais, econômicos e ecológicos, quanto a poluição dos recursos hidricos ocorrem uma vez que a água destinada à irrigação transporta resíduos de fertilizantes, de defensivos, herbicidas e de outros elementos tóxicos de volta para os rios. Então galera!! A letra B, embora pareça que esteja correta não é a resposta adequada.. Por que ?  Porque a utilização de insumos e defensivos agriculas levara a um tipo de impacto quanto a qualidade da água,  porém o comando destaque uma técnica de irrigação, no caso o redirecionamento dos rios e a poluição hidrica não fará ocorrer isto. OK!!  Ora como a água é um recurso natural mau distribuída sobre a superfície terrestre exitem regiões em que sua quantidade é bem maior em relação a outra, como o  processo de produção agrícola utiliza grande volume das águas fluviais e dos lençóis freáticos próximo as terras, em épocas de estiagem, há a perda dessas águas, forçando o agricultor a interferir diretamente nos cursos dos rios. Esta medida acaba por originar problemas socioambientais como erosão e sedimentação nos cursos fluviais, gerando menor oferta de peixes para pescadores e água para outros agricultores. A letra E é está correta e é a resposta adequada .


______________________________________________


3. Gabarito E

______________________________________________


Questão Rosa 43/ Amarelo 36/ Azul 39/ Branco 42

Texto I
Ao se emanciparem da tutela senhorial, muitos camponeses foram desligados legalmente da antiga terra. Deveriam pagar, para adquirir propriedade ou arrendamento. Por não possuírem recursos, engrossaram a camada cada vez maior de jornaleiros e trabalhadores volantes, outros, mesmo tendo propriedade sobre um pequeno lote, suplementavam sua existência com o assalariamento esporádico.
MACHADO, P. P. Política e colonização no Império. Porto Alegre: EdUFRGS, 1999 (adaptado).
Texto II
Com a globalização da economia ampliou-se a hegemonia do modelo de desenvolvimento agropecuário, com seus padrões tecnológicos, caracterizando o agronegócio. Essa nova face da agricultura capitalista também mudou a forma de controle e exploração da terra. Ampliou-se, assim, a ocupação de áreas agricultáveis e as fronteiras agrícolas se estenderam.
SADER, E.; JINKINGS, I. Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe. São Paulo: Boitempo, 2006 (adaptado).
Os textos demonstram que, tanto na Europa do século XIX quanto no contexto latino-americano do século XXI, as alterações tecnológicas vivenciadas no campo interferem na vida das populações locais, pois
______________________________________________


a) induzem os jovens ao estudo nas grandes cidades, causando o êxodo rural, uma vez que formados, não retornam à sua região de origem.
b) impulsionam as populações locais a buscar linhas de financiamento estatal com o objetivo de ampliar a agricultura familiar, garantindo sua fixação no campo.
c) ampliam o protagonismo do Estado, possibilitando a grupos econômicos ruralistas produzir e impor políticas agrícolas, ampliando o controle que tinham dos mercados.
d) aumentam a produção e a produtividade de determinadas culturas em função da intensificação da mecanização, do uso de agrotóxicos e cultivo de plantas transgênicas.
e) desorganizam o modo tradicional de vida impelindoas à busca por melhores condições no espaço urbano ou em outros países em situações muitas vezes precárias.
______________________________________________


1.    Competências e habilidades do ENEM

C4
Entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
H18

H19

H20
- Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais.
- Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas que determinam as várias formas de uso e apropriação dos espaços rural e urbano.
- Selecionar argumentos favoráveis ou contrários às modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho.

______________________________________________



2. GEOGRAFALANDO COMENTA:
Os textos falam de mudança no meio rural em tempos e espaços diferentes, mas que desorganizaram o modo de vida tradicional, concentrando a terra e gerando o êxodo rural.

Nos textos temos contextualizadas a 1ª Revolução Industrial (século XIX) e a 3ª Revolução Industrial (século XXI). Mais ou menos cerca de 200 anos de intervalo de uma para a outra. Em ambos os contextos ss novas tecnologias no campo, tanto no século XIX como no XXI, acabaram por liberar mão de obra do campo para a cidade, ou seja, o êxodo rural. Assim, essa população irá em busca de melhores condições de vida nos centros urbanos. 



Galera! A globalização ampliou o predomínio do novo modelo de desenvolvimento agropecuário e gerou a desorganização do modo tradicional de vida das populações locais.


O êxodo rural provocou o gigantismo urbano e seus graves problemas, ao mesmo tempo levou populações latino-americanas a se deslocarem para outros países, onde se submeteram a trágicas condições de vida.

______________________________________________

3.    Gabarito: E

______________________________________________

Questão Rosa 44/ Amarelo 17/ Azul 26/ Branco 36

A maior parte dos veículos de transporte atualmente é movida por motores a combustão que utilizam derivados de petróleo. Por causa disso, esse setor é o maior consumidor de petróleo do mundo, com altas taxas de crescimento ao longo do tempo. Enquanto outros setores têm obtido bons resultados na redução do consumo, os transportes tendem a concentrar ainda mais o uso de derivados do óleo.

MURTA, A. Energia: o vício da civilização. Rio de Janeiro: Garamond, 2011 (adaptado).
 
Um impacto ambiental da tecnologia mais empregada pelo setor de transportes e uma medida para promover a redução do seu uso, estão indicados, respectivamente, em: 
______________________________________________


a) Aumento da poluição sonora – construção de barreiras acústicas.
b) Incidência da chuva ácida – estatização da indústria automobilística.
c) Derretimento das calotas polares – incentivo aos transportes de massa.
d) Propagação de doenças respiratórias – distribuição de medicamentos gratuitos.
e) Elevação das temperaturas médias – criminalização da emissão de gás carbônico.
______________________________________________


 
1. Competências e habilidades do ENEM

C6
Compreender a sociedade e a natureza, reconhecendo suas interações no espaço em diferentes contextos históricos e geográficos.
H27
Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos.

______________________________________________


2. GEOGRAFALANDO FALANDO:



A questão trás como pano de fundo o meio ambiente, e como temática central problemas e soluções. A questão ambiental. É uma questão muito interessante e bem elaborada por colocar um problema a ser resolvido pelo aluno na prova do Exame Nacional para as Universidades Federais.



Galera a humanidade se conscientizou, nos últimos tempos, da absoluta necessidade de buscar eficazes saídas para as crises ambientais. O transporte coletivo de boa qualidade, rápido e eficiente, constitui um item fundamental para a diminuição dos quadros negativos das agressões ao ambiente planetário.



A frota de carros que usam combustíveis com alta emissão de CO2 intensificam o efeito estufa, aumentando a média da temperatura terrestre e por consequência, ajudando no derretimento das calotas polares. Uma medida é o uso dos transportes de massa, diminuindo a quantidade de automóveis nas grandes cidades, logo, amenizando a emissão de CO2
 
O uso dos combustíveis derivados do petróleo permanece elevado, devido o poder das empresas petrolíferas e dos países exportadores e grandes consumidores dessa fonte de energia, que contribui para o aquecimento global, que promove vários danos ao meio ambiente, entre eles o derretimento das calotas polares. Entre as várias medidas para reduzirem os efeitos do grande uso desses combustíveis, e consequente das emissões de CO2, estão o uso de transportes coletivos.

______________________________________________


3. Gabarito: C

______________________________________________


Questão Rosa 45/ Amarelo 27/ Azul 18/ Branco 37

As mulheres quebradeiras de coco-babaçu dos Estados do Maranhão, Piauí, Pará e Tocantins, na sua grande maioria, vivem numa situação de exclusão e subalternidade. O termo quebradeira de coco assume o caráter de identidade coletiva na medida em que as mulheres que sobrevivem dessa atividade e reconhecem sua posição e condição desvalorizada pela lógica da dominação, se organizam em movimentos de resistência e de luta pela conquista da terra, pela libertação dos babaçuais, pela autonomia do processo produtivo. Passam a atribuir significados ao seu trabalho e as suas experiências, tendo como principal referência sua condição preexistente de acesso e uso dos recursos naturais.
ROCHA, M. R. T. A luta das mulheres quebradeiras de coco-babaçu, 
pela libertação do coco preso e pela posse da terra. In: Anais do VII Congresso
 Latino-Americano de Sociologia Rural, Quito, 2006 (adaptado).
A organização do movimento das quebradeiras de coco de babaçu é resultante da

______________________________________________


a) constante violência nos babaçuais na confluência de terras maranhenses, piauienses, paraenses e tocantinenses, região com elevado índice de homicídios.
b) Incidência da chuva ácida – estatização da indústria automobilística.
c) Derretimento das calotas polares – incentivo aos transportes de massa.
d) Propagação de doenças respiratórias – distribuição de medicamentos gratuitos.
e) Elevação das temperaturas médias – criminalização da emissão de gás carbônico.
______________________________________________

 
1. Competências e habilidades do ENEM
              
C1
Compreender os elementos culturais que constituem as identidades
H1
  
H2
Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura.
Analisar a produção da memória pelas sociedades humanas.

______________________________________________

 
2. GEOGRAFALANDO COMENTA:


A questão aborda as relações de trabalho na zona rural. Galera o processo de ocupação territorial está na base dos conflitos, dialéticas e disputas existentes em torno da produção rural. Instrumentos de poder como a aplicação do Sistema de Capitanias; as sesmarias e a lei de Terras criaram uma configuração baseada na desigualdade imposta desde os primeiros momentos da colonização, mediante a diferenciação de gênero, etnia, de sexo, enfim.... Tais caracterização  se aplicam  amplamente ao caso das mulheres  quebradeiras de coco-babaçu dos Estados do Maranhão, Piauí, Pará e Tocantins. As expressões do texto como “se organizam em movimentos de resistência e de luta pela conquista da terra”; ” pela autonomia do processo produtivo”, revelam a luta dessa mão de obra pela manutenção da sua fonte de abastecimento e sobrevivência a partir do coco-babaçu
 
O controle das terras pelos fazendeiros e posseiros na região da mata dos cocais dificulta o acesso à terra pelas mulheres quebradeiras que coco-babaçu, gerando uma organização em prol das quebradeiras para manutenção cultural e subsistência das mesmas.

Essas mulheres tentam resistir a expropriação de terra imposta pelos fazendeiros que querem expandir a agropecuária na região, através da manutenção do trabalho extrativista.
______________________________________________

  
3. Gabarito: E

______________________________________________

 

2 comentários:

  1. Esta mensagem serve para os indivíduos, para os pobres, ou para todos aqueles que
    está na necessidade de um empréstimo especial para reconstruir suas vidas.
    Você está procurando por empréstimo para reviver suas atividades
    para a realização de um projeto, ou comprar um apartamento
    mas você está proibido de banco ou sua pasta foi rejeitado no
    o banco. Sou um particular que fornece empréstimos que variam de€ 1.000
    900.000€ para todas as pessoas capazes de satisfazer as condições. Eu
    não sou um Banco e eu não requer um monte de documentos para você
    a confiança, mas você deve ser uma pessoa Justa, Honesta,
    Sábio e Confiável. Eu, concede empréstimos a pessoas vivas em todos os
    A europa e em todo o Mundo( França , Bélgica , Suíça ,
    Roménia , Itália , Espanha , Canadá , Portugal , Índia, Ilha de
    marshall...). Minha taxa de juros é de 3% por ano. Se você precisa de
    dinheiro para outras razões, por favor, não hesite em contactar-me para mais
    informações. Eu estou disponível para atender meus clientes de uma
    período máximo de 5 Dias após a recepção do seu formulário
    pedido. Se você estiver interessado, por favor contacte-me para mais
    as informações Aqui está o meu e-mail :
    aidefinance91@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Esta mensagem serve para os indivíduos, para os pobres, ou para todos aqueles que
    está na necessidade de um empréstimo especial para reconstruir suas vidas.
    Você está procurando por empréstimo para reviver suas atividades
    para a realização de um projeto, ou comprar um apartamento
    mas você está proibido de banco ou sua pasta foi rejeitado no
    o banco. Sou um particular que fornece empréstimos que variam de€ 1.000
    900.000€ para todas as pessoas capazes de satisfazer as condições. Eu
    não sou um Banco e eu não requer um monte de documentos para você
    a confiança, mas você deve ser uma pessoa Justa, Honesta,
    Sábio e Confiável. Eu, concede empréstimos a pessoas vivas em todos os
    A europa e em todo o Mundo( França , Bélgica , Suíça ,
    Roménia , Itália , Espanha , Canadá , Portugal , Índia, Ilha de
    marshall...). Minha taxa de juros é de 3% por ano. Se você precisa de
    dinheiro para outras razões, por favor, não hesite em contactar-me para mais
    informações. Eu estou disponível para atender meus clientes de uma
    período máximo de 5 Dias após a recepção do seu formulário
    pedido. Se você estiver interessado, por favor contacte-me para mais
    as informações Aqui está o meu e-mail :
    aidefinance91@gmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...