LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tinha como objetivo, apenas de ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas AGORA também estaremos postando aulas com assuntos das Ciências Natureza (Biologia, Química e Física).


12/06/2013

ENEM/2002: Prova comentada - questões de Geografia (PROVA AMARELA)

2ª Questão: O mercado financeiro mundial funciona 24 horas por dia. As bolsas de valores estão articuladas, mesmo abrindo e fechando em diferentes horários, como ocorre com as bolsas de Nova Iorque, Londres, Pequim e São Paulo. Todas as pessoas que, por exemplo, estão envolvidas com exportações e importações de mercadorias precisam conhecer os fusos horários para fazer o melhor uso dessas informações.


Considerando que as bolsas de valores começam a funcionar às 09:00 horas da manhã e que um investidor mora em Porto Alegre, pode-se afirmar que os horários em que ele deve consultar as bolsas e a seqüência em que as informações são obtidas estão corretos na alternativa:

(A) Pequim (20:00 horas), Nova Iorque (07:00 horas) e Londres (12:00 horas).
(B) Nova Iorque (07:00 horas), Londres (12:00 horas) e Pequim (20:00 horas).
(C) Pequim (20:00 horas), Londres (12:00 horas) e Nova Iorque (07:00 horas).
(D) Nova Iorque (07:00 horas), Londres (12:00 horas), Pequim (20:00 horas).
(E) Nova Iorque (07:00 horas), Pequim (20:00 horas ), Londres (12:00 horas).


Resolução: letra C
Em Porto Alegre são 9h da manhã; sabendo-se que cada linha (fuso) indica a variação de uma hora a mais em direção a leste, podemos afirmar, a partir das respectivas posições das cidades, que (1) Pequim (situada no continente asiático) apresenta variação de 11 horas de Porto Alegre, determinando o horário de 20h. (2) em Londres, que tem mais 3 horas, são 12h. (3) Em Nova Iorque, que, diferentemente de Pequim e Londres, fica a oeste de Porto Alegre, vamos ter 2 horas a menos, o que determina o horário das 7h.
 




5ª Questão: O Protocolo de Kyoto, uma convenção das Nações Unidas que é marco sobre mudanças climáticas, estabelece que os países mais industrializados devem reduzir até 2012 a emissão dos gases causadores do efeito estufa em pelo menos 5% em relação aos níveis de 1990. Essa meta estabelece valores superiores ao exigido para países em desenvolvimento. Até 2001, mais de 120 países, incluindo nações industrializadas da Europa e da Ásia, já haviam ratificado o protocolo. No entanto, nos EUA, o presidente George W. Bush anunciou que o país não ratificaria Kyoto, com os argumentos de que os custos prejudicariam a economia americana e que o acordo era pouco rigoroso com os países em desenvolvimento.
Adaptado do Jornal do Brasil, 11/04/2001 Na tabela encontram-se dados sobre a emissão de CO2


Considerando os dados da tabela, assinale a alternativa que representa um argumento que se contrapõe à justificativa dos EUA de que o acordo de Kyoto foi pouco rigoroso com países em desenvolvimento.

(A) A emissão acumulada da União Européia está próxima à dos EUA.
(B) Nos países em desenvolvimento as emissões são equivalentes às dos EUA.
(C) A emissão per capita da Rússia assemelha-se à da União Européia.
(D) As emissões de CO2 nos países em desenvolvimento citados são muito baixas.
(E) A África do Sul apresenta uma emissão anual per capita relativamente alta.


Resolução: letra D
A questão é atualíssima, pois trata do Protocolo de Kyoto e da postura norte-americana em relação à emissão de gás carbônico. Como se pode ver pelos dados da tabela de emissões, não tem cabimento a alegação dos EUA de que o acordo foi pouco rigoroso com os países em desenvolvimento.

6ª Questão: A tabela mostra a evolução da frota de veículos leves, e o gráfico, a emissão média do poluente monóxido de carbono (em g/km) por veículo da frota, na região metropolitana de São Paulo, no período de 1992 a 2000.





Comparando-se a emissão média de monóxido de carbono dos veículos a gasolina e a álcool, pode-se afirmar que
I. no transcorrer do período 1992-2000, a frota a álcool emitiu menos monóxido de carbono.
II. em meados de 1997, o veículo a gasolina passou a poluir menos que o veículo a álcool.
III. o veículo a álcool passou por um aprimoramento tecnológico.

É correto o que se afirma apenas em

(A) I.
(B) I e II.
(C) II.
(D) III.
(E) II e III.

Resolução: letra B
O aluno deverá relacionar a tabela com o gráfico. Comparando a emissão média de CO nos veículos a gasolina e a álcool , podemos avaliar que a frota de veículos a álcool ,ao longo de 1992-2000, emitiu menos monóxido de carbono; em 1997, os veículos a gasolina passaram a poluir menos que o veículo a álcool. Quanto à opção III, podemos ver um aumento da emissão de CO, significando que não houve aprimoramento tecnológico.

12ª Questão: Os seres humanos podem tolerar apenas certos intervalos de temperatura e umidade relativa (UR), e, nessas condições, outras variáveis, como os efeitos do sol e do vento, são necessárias para produzir condições confortáveis, nas quais as pessoas podem viver e trabalhar. O gráfico mostra esses intervalos




A tabela mostra temperaturas e umidades relativas do ar de duas cidades, registradas em três meses do ano.


Com base nessas informações, pode-se afirmar que condições ideais são observadas em

(A) Curitiba com vento em março, e Campo Grande, em outubro.
(B) Campo Grande com vento em março, e Curitiba com sol em maio.
(C) Curitiba, em outubro, e Campo Grande com sol em março.
(D) Campo Grande com vento em março, Curitiba com sol em outubro.
(E) Curitiba, em maio, e Campo Grande, em outubro.

Resolução: letra A
A questão 12 aborda as condições confortáveis nas quais as pessoas podem viver e trabalhar, a partir da simples relação da umidade relativa do ar e da temperatura, que o gráfico expõe de maneira clara e acessíve
l.

13ª Questão: No gráfico estão representados os gols marcados e os gols sofridos por uma equipe de futebol nas dez primeiras partidas de
um determinado campeonato.


Considerando que, neste campeonato, as equipes ganham 3 pontos para cada vitória, 1 ponto por empate e 0 ponto em caso
de derrota, a equipe em questão, ao final da décima partida, terá acumulado um número de pontos igual a

(A) 15.
(B) 17.
(C) 18.
(D) 20.
(E) 24.

Resolução: letra C
Sempre que o quadradinho estiver acima do círculo, na mesma partida, a equipe em questão ganha 3 pontos (vitórias nos dias 28/01, 25/02, 04/03, 18/03 e 01/04). Então, temos 5 x 3 = 15 pontos. Sempre que o quadradinho e círculo estiverem sobrepostos, a equipe ganha 1 ponto (empates nos dias 11/02, 11/03 e 25/03). Então, temos 3 x 1 = 3 pontos. Totalizando a soma dos pontos em caso de vitória (15) e em caso de empate (3), teremos 18 pontos.
 


16ª Questão:Segundo uma organização mundial de estudos ambientais, em 2025, .duas de cada três pessoas viverão situações de carência de água, caso não haja mudanças no padrão atual de consumo do produto. Uma alternativa adequada e viável para prevenir a escassez, considerando-se a disponibilidade global, seria

(A) desenvolver processos de reutilização da água.
(B) explorar leitos de água subterrânea.
(C) ampliar a oferta de água, captando-a em outros rios.
(D) captar águas pluviais.
(E) importar água doce de outros estados.


Resolução: letra A
A questão aborda a carência de água no mundo, denotando a necessidade de preservação deste recurso. A única alternativa plausível é a reutilização da água.

25ª Questão:Em reportagem sobre crescimento da população brasileira, uma revista de divulgação científica publicou tabela com a participação relativa de grupos etários na população brasileira, no período de 1970 a 2050 (projeção), em três faixas de idade: abaixo de 15 anos; entre 15 e 65 anos; e acima de 65 anos.






Admitindo-se que o título da reportagem se refira ao grupo etário cuja população cresceu sempre, ao longo do período registrado, um título adequado poderia ser:
(A) .O Brasil de fraldas.
(B) .Brasil: ainda um país de adolescentes.
(C) .O Brasil chega à idade adulta.
(D) .O Brasil troca a escola pela fábrica.
(E) .O Brasil de cabelos brancos.


Resolução: letra E
A partir do gráfico, percebe-se que está ocorrendo o envelhecimento da população brasileira dos anos de 1970 à projeção de 2050. Por isso, a alternativa "E" é a correta.

26ª Questão: Na comparação entre diferentes processos de geração de energia, devem ser considerados aspectos econômicos, sociais e ambientais. Um fator economicamente relevante nessa comparação é a eficiência do processo. Eis um exemplo: a utilização do gás natural como fonte de aquecimento pode ser feita pela simples queima num fogão (uso direto), ou pela produção de eletricidade em uma termoelétrica e uso de aquecimento elétrico (uso indireto). Os rendimentos correspondentes a cada etapa de dois desses processos estão indicados entre parênteses no esquema.



Na comparação das eficiências, em termos globais, entre esses dois processos (direto e indireto), verifica-se que 

(A) a menor eficiência de P2 deve-se, sobretudo, ao baixo rendimento da termoelétrica.
(B) a menor eficiência de P2 deve-se, sobretudo, ao baixo rendimento na distribuição.
(C) a maior eficiência de P2 deve-se ao alto rendimento do aquecedor elétrico.
(D) a menor eficiência de P1 deve-se, sobretudo, ao baixo rendimento da fornalha.
(E) a menor eficiência de P1 deve-se, sobretudo, ao alto rendimento de sua distribuição.


Resolução: letra A
Observa-se que o rendimento da termoelétrica é tão baixo que nela já se perde mais da metade da energia original, o que não acontece a nenhuma das outras etapas dos dois processos


28ª Questão: 1 - "(...) O recurso ao terror por parte de quem já detém o poder dentro do Estado não pode ser arrolado entre as formas de terrorismo político, porque este se qualifica, ao contrário, como o instrumento ao qual recorrem determinados grupos para derrubar um governo acusado de manter-se por meio do terror".

2 - Em outros casos "os terroristas combatem contra um Estado de que não fazem parte e não contra um governo (o que faz com que sua ação seja conotada como uma forma de guerra), mesmo quando por sua vez não representam um outro Estado. Sua ação aparece então como irregular, no sentido de que não podem organizar um exército e não conhecem limites territoriais, já que não provêm de um Estado".

Dicionário de Política (org.) BOBBIO, N., MATTEUCCI, N. e PASQUINO, G., Brasília: Edunb,1986.

De acordo com as duas afirmações, é possível comparar e distinguir os seguintes eventos históricos:

I. Os movimentos guerrilheiros e de libertação nacional realizados em alguns países da África e do sudeste asiático entre as décadas de 1950 e 70 são exemplos do primeiro caso.

II. Os ataques ocorridos na década de 1990, como às embaixadas de Israel, em Buenos Aires, dos EUA, no Quênia e Tanzânia, e ao World Trade Center em 2001, são exemplos do segundo caso.

III. Os movimentos de libertação nacional dos anos 50 a 70 na África e sudeste asiático, e o terrorismo dos anos 90 e 2001 foram ações contra um inimigo invasor e opressor, e são exemplos do primeiro caso.

É correto o que se afirma apenas em

(A) I.
(B) II.
(C) I e II.
(D) I e III.
(E) II e III.


Resolução: letra C
A questão discute um tema de grande atualidade, o "terrorismo", levando em consideração fatos históricos relativamente ou totalmente recentes. A afirmação número um cita os movimentos ligados ao processo de "descolonização Afro-Asiática", entre as décadas de 1950 e 70, no contexto de Guerra Fria. Está corretamente associada ao texto 1, a medida em que legitima as lutas de "libertação nacional" como uso de recurso ao terror e não como "terrorismo político".

A afirmação número 2 cita claramente "atos terrorismo" ocorridos recentemente e vincula-se ao texto dois, no sentido em que tenta esclarecer o papel do "inimigo invisível", com o qual os Estatutos constitucionais atualmente estão a se confrontar.

A afirmação número três contradiz o caso analisado anteriormente, pois colocar os elementos da afirmação número dois inseridos no modelo de análise do texto um. Por isto está errada. Bela questão que acima de tudo trabalha para melhorar conceituar e analisar um problema concreto vivenciando em vários momentos da história da humanidade. Mas que atualmente padece do "mal da banalização informativa", principalmente nos meios de comunicação de massas
.

34ª Questão: Numa área de praia, a brisa marítima é uma conseqüência da diferença no tempo de aquecimento do solo e da água, apesar de ambos estarem submetidos às mesmas condições de irradiação solar. No local (solo) que se aquece mais rapidamente, o ar fica mais quente e sobe, deixando uma área de baixa pressão, provocando o deslocamento do ar da superfície que está mais fria (mar).


À noite, ocorre um processo inverso ao que se verifica durante o dia




 
Como a água leva mais tempo para esquentar (de dia), mas também leva mais tempo para esfriar (à noite), o fenômeno noturno (brisa terrestre) pode ser explicado da seguinte maneira:

(A) O ar que está sobre a água se aquece mais; ao subir, deixa uma área de baixa pressão, causando um deslocamento de ar do continente para o mar.
(B) O ar mais quente desce e se desloca do continente para a água, a qual não conseguiu reter calor durante o dia.
(C) O ar que está sobre o mar se esfria e dissolve-se na água; forma-se, assim, um centro de baixa pressão, que atrai o ar quente do continente.
(D) O ar que está sobre a água se esfria, criando um centro de alta pressão que atrai massas de ar continental.
(E) O ar sobre o solo, mais quente, é deslocado para o mar, equilibrando a baixa temperatura do ar que está sobre o mar.

Resolução: letra A
A questão 34 refere-se à diferença de aquecimento da água (mar) e do solo (continente). O sentido do ar (brisa) é sempre da alta para a baixa pressão. Na situação noturna, como indica a figura, o ar desloca-se do continente (que, por resfriar mais rápido à noite, coloca-se como alta pressão) para o mar. Como, à noite, a água do mar resfria mais lentamente, ele vai comportar-se como baixa pressão, recebendo, portanto, a brisa
.

36ª Questão: A chuva é determinada, em grande parte, pela topografia e pelo padrão dos grandes movimentos atmosféricos ou metereológicos. O gráfico mostra a precipitação anual média (linhas verticais) em relação à altitude (curvas) em uma região em estudo.


De uma análise ambiental desta região concluiu-se que:

I. Ventos oceânicos carregados de umidade depositam a maior parte desta umidade, sob a forma de chuva, nas encostas da serra voltadas para o oceano.

II. Como resultado da maior precipitação nas encostas da serra, surge uma região de possível desertificação do outro lado dessa serra.

III. Os animais e as plantas encontram melhores condições de vida, sem períodos prolongados de seca, nas áreas distantes 25km e 100km, aproximadamente, do oceano.

É correto o que se afirma em:

(A) I, apenas.
(B) I e II, apenas.
(C) I e III, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) I, II e III.

Resolução: letra E
O gráfico mostra a precipitação anual média em relação à altitude e à região em estudo. Da análise conclui-se que os ventos oceânicos são úmidos, acarretando chuvas nas encostas da serra voltadas para o oceano. Por outro lado, o índice pluviométrico é menor a sotavento. Sendo assim, os seres vivos encontram melhores condições de vida em áreas sem períodos prolongados de seca

37ª Questão:"O continente africano em seu conjunto apresenta 44% de suas fronteiras apoiadas em meridianos e paralelos; 30% por linhas retas e arqueadas, e apenas 26% se referem a limites naturais que geralmente coincidem com os de locais de habitacao dos grupos étnicos"

MARTIN, A. R. Fronteiras e Nacoes. Contexto, Sao Paulo, 1998.

Diferente do continente americano, onde quase que a totalidade das fronteiras obedecem a limites naturais, a Africa apresenta as caracteristicas citadas em virtude, principalmente,

(A) da sua recente demarcação, que contou com técnicas cartográficas antes desconhecidas.
(B) dos interesses de países europeus preocupados com a partilha dos seus recursos naturais.
(C) das extensas áreas desérticas que dificultam a demarcação dos "limites naturais".
(D) da natureza nômade da população africana, especialmente aquelas oriundas da África Subsaariana.
(E) da grande extensão longitudinal, o que demandaria enormes gastos para demarcação.


Resolução: letra B
Refere-se às fronteiras e à partilha do continente africano, que se fundamentou no interesse pelos recursos naturais por parte das economias européias.
 

43ª Questão:Em usinas hidrelétricas, a queda d.água move turbinas que acionam geradores. Em usinas eólicas, os geradores são acionados por hélices movidas pelo vento. Na conversão direta solar-elétrica são células fotovoltaicas que produzem tensão elétrica. Além de todos produzirem eletricidade, esses processos têm em comum o fato de

(A) não provocarem impacto ambiental.
(B) independerem de condições climáticas.
(C) a energia gerada poder ser armazenada.
(D) utilizarem fontes de energia renováveis.
(E) dependerem das reservas de combustíveis fósseis.

Resolução: letra D
Ao contrário de energias poluentes (de origem fóssil) como o carvão (de origem vegetal) e o petróleo (de origem mista), que são energias não-renováveis e liberam para a atmosfera poluentes como monóxido de carbono, podendo intensificar o efeito estufa pelo aumento do percentual de gás carbônico, as energias citadas no enunciado não causam agravamento das questões ambientais e apresentam a vantagem de, sendo energias renováveis, não ter fixado o seu período de esgotamento

47ª Questão: O diagrama mostra a utilização das diferentes fontes de energia no cenário mundial. Embora aproximadamente um terço de toda energia primária seja orientada à produção de eletricidade, apenas 10% do total são obtidos em forma de energia elétrica útil.
A pouca eficiência do processo de produção de eletricidade deve-se, sobretudo, ao fato de as usinas 

(A) nucleares utilizarem processos de aquecimento, nos quais as temperaturas atingem milhões de graus Celsius, favorecendo perdas por fissão nuclear.
(B) termelétricas utilizarem processos de aquecimento a baixas temperaturas, apenas da ordem de centenas de graus Celsius, o que impede a queima total dos combustíveis fósseis.
(C) hidrelétricas terem o aproveitamento energético baixo, uma vez que parte da água em queda não atinge as pás das turbinas que acionam os geradores elétricos.
(D) nucleares e termelétricas utilizarem processos de transformação de calor em trabalho útil, no qual as perdas de calor são sempre bastante elevadas.
(E) termelétricas e hidrelétricas serem capazes de utilizar diretamente o calor obtido do combustível para aquecer a água, sem perda para o meio.

Resolução: letra D
A opção A é falsa porque não é a elevada temperatura que favorece a perda de energia por fissão nuclear. A opção B é falsa porque as usinas termoelétricas utilizam aquecimento em altas temperaturas, para que o vapor gerado pelo aquecimento do líquido faça com que as turbinas girem. – Quase não há perda de água no processo; o que ocorre é que, diante a transformação da energia mecânica, existam fatores, como o atrito das turbinas, que fazem com que haja perdas de energia no processo.
A opção D é a correta porque que corresponde ao que verdadeiramente ocorre. A tecnologia contemporânea ainda não nos permite evitar as altas perda de energia na forma de calor, como se verifica pelas leis da termodinâmica.
A opção E é falsa, pois em todos os processo citados para obtenção de energia elétrica há perdas de energia sob forma de calor, o que é conhecido como efeito Joule
.



48ª Questão:Em março de 2001, o presidente dos Estados Unidos da América, George W. Bush, causou polêmica ao contestar o pacto de Kyoto, dizendo que o acordo é prejudicial à economia norte- americana em um momento em que o país passa por uma crise de energia (...) O protocolo de Kyoto prevê que os países industrializados reduzam suas emissões de CO2 até 2012 em 5,2%, em relação aos níveis de 1990.
Adaptado da Folha de São Paulo, 11/04/2001.


O gráfico mostra o total de CO2 emitido nos últimos 50 anos por alguns países, juntamente com os valores de emissão máxima de CO2 por habitante no ano de 1999.

Dados populacionais aproximados (nº de habitantes):
- EUA: 240 milhões
- BRASIL: 160 milhões

Se o Brasil mantivesse constante a sua população e o seu índice anual máximo de emissão de CO2, o tempo necessário para o Brasil atingir o acumulado atual dos EUA seria, aproximadamente, igual a


(A) 60 anos.
(B) 230 anos.
(C) 460 anos.
(D) 850 anos.
(E) 1340 anos.

Resolução: letra C
Pelo gráfico, o gás cabônico produzido pelos EUA desde 1950 supera o brasileiro em 180 bilhões de toneladas. O Brasil produz 2,5 toneladas por habitantes / ano. Como são 160 milhões de habitantes, teriamos uma produção anual de 2,5 x 160.000.000 — igual a 400.000.000 de toneladas ano. 180.000.000.000 dividido por 400.000.000 de toneladas = 450 anos - por aproximação, 460 anos
.


51ª Questão:Um grupo de pescadores pretende passar um final de semana do mês de setembro, embarcado, pescando em um rio. Uma das exigências do grupo é que, no final de semana a ser escolhido, as noites estejam iluminadas
pela lua o maior tempo possível.

A figura representa as fases da lua no período proposto.


Considerando-se as características de cada uma das fases da lua e o comportamento desta no período delimitado, pode-se afirmar que, dentre os fins de semana, o que melhor atenderia às exigências dos pescadores corresponde aos dias

(A) 08 e 09 de setembro.
(B) 15 e 16 de setembro.
(C) 22 e 23 de setembro.
(D) 29 e 30 de setembro.
(E) 06 e 07 de outubro.


Resolução: letra D
A exigência apresentada é escolher um final de semana em que as noites estejam iluminadas pela lua o maior tempo possível. Considerando a ilustração, que mostra as fases da lua, as datas mais próximas da lua cheia (2 de outubro) serão os dias 29 e 30 de setembro.
 
54ª Questão:A tabela (faça o download da prova) refere-se a um estudo realizado entre 1994 e 1999 sobre violência sexual com pessoas do sexo feminino no Brasil.



A partir dos dados da tabela e para o grupo feminino estudado, são feitas as seguintes afirmações:

I. A mulher não é poupada da violência sexual doméstica em nenhuma das faixas etárias indicadas.
II. A maior parte das mulheres adultas é agredida por parentes consangüíneos.
III. As adolescentes são vítimas de quase todos os tipos de agressores.
IV. Os pais, biológicos, adotivos e padrastos, são autores de mais de 1/3 dos casos de violência sexual envolvendo crianças.

É verdadeiro apenas o que se afirma em

(A) I e III.
(B) I e IV.
(C) II e IV.
(D) I, III e IV.
(E) II, III e IV.


Resolução: letra D
I - Verdadeiro
As 3 colunas (crianças, adolescentes, adultos) mostram números que comprovam.

II - Falso
De um total de 60 + 151 + 68 = 289 mulheres, a tabela mostra que

13 + 21 + 6 = 40 são agredidas pelo pai;
6 + 0 + 1 = 7 pelo avô;
0 + 7 + 0 = 7 pelo irmão e
0 + 5 + 1 = 6 pelo primo.

Portanto, 40 + 7 + 7 + 6 = 60 mulheres são agredidas por parentes consangüíneos.
Ora, 60 não é a maioria de 289.

III - Verdadeiro
Somente pais adotivos e avôs não agridem as adolescentes.

IV - Verdadeiro
13 + 10 + 1 = 24 agressões em 60 no total são, de fato, mais do 1/3.
 

 

57ª Questão: O Puma concolor (suçuarana, puma, leão da montanha) é o maior felino das Américas, com uma distribuição biogeográfica que se estende da Patagônia ao Canadá.

O padrão de distribuição mostrado na figura (faça o download da prova) está associado a possíveis características desse felino:



I. É muito resistente a doenças.
II. É facilmente domesticável e criado em cativeiro.
III. É tolerante a condições climáticas diversas.
IV. Ocupa diversos tipos de formações vegetais.

Características desse felino compatíveis com sua distribuição biogeográfica estão evidenciadas apenas em

(A) I e II.
(B) I e IV.
(C) III e IV.
(D) I, II e IV.
(E) II, III e IV.


Resolução: letra C
Observando o mapa do continente americano, é possível concluir que o Puma concolor aparece no Pampa argentino, no Pantanal, na Amazônia e em alguns desertos americanos; portanto, em diferentes condições climáticas e de diferentes formações vegetais (biomas)

59ª Questão: Nas discussões sobre a existência de vida fora da Terra, Marte tem sido um forte candidato a hospedar vida. No entanto, há ainda uma enorme variação de critérios e considerações sobre a habitabilidade de Marte, especialmente no que diz respeito à existência ou não de água líquida. Alguns dados comparativos entre a Terra e Marte estão apresentados na tabela.




Com base nesses dados, é possível afirmar que, dentre os fatores abaixo, aquele mais adverso à existência de água líquida
em Marte é sua

(A) grande distância ao Sol.
(B) massa pequena.
(C) aceleração da gravidade pequena.
(D) atmosfera rica em CO2 .
(E) temperatura média muito baixa.


Resolução: letra E
A temperatura de solidificação da água é de zero grau Celsius sob pressão de 76 cm de Hg; esta temperatura pode variar, dependendo da pressão. Ocorre que a temperatura de Marte (–55 graus Celsius) implicaria uma tal mudança na pressão de 76 cm de Hg que praticamente inviabilizaria a existência de água líquida em Marte. 


60ª Questão: As áreas numeradas no gráfico mostram a composição em volume, aproximada, dos gases na atmosfera terrestre, desde a sua formação até os dias atuais. 
 

Considerando apenas a composição atmosférica, isolando outros fatores, pode-se afirmar que:


I. não podem ser detectados fósseis de seres
aeróbicos anteriores a 2,9 bilhões de anos.
II. as grandes florestas poderiam ter existido há aproximadamente 3,5 bilhões de anos.
III. o ser humano poderia existir há aproximadamente
2,5 bilhões de anos.

É correto o que se afirma em

(A) I, apenas.
(B) II, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) I, II e III.

Resolução: letra A
I - Segundo o gráfico, há 2,9 bilhões de anos iniciou-se a produção de oxigênio a partir dos seres aeróbicos; não é possível, por isso, a presença de seres aeróbicos anteriores a esse tempo.
II - As grandes florestas não poderiam estar presentes há 3,5 bilhões de anos, pois nesse tempo o predomínio era de gás carbônico, nitrogênio e vapor d’água. De acordo com o gráfico da questão 52, a fotossíntese surgiu há 2,5 bilhões de anos.
III - O registro do primeiro hominídeo fóssil data de 6 milhões de anos.

 
61ª Questão: No que se refere à composição em volume da atmosfera terrestre há 2,5 bilhões de anos, pode-se afirmar que o volume de oxigênio, em valores percentuais, era de, aproximadamente,

(A) 95%.
(B) 77%.
(C) 45%.
(D) 21%.
(E) 5%.


Resolução: letra E
Basta que se faça a leitura do gráfico no ponto que corresponde aos 2,5 bilhões de anos e ler a imagem da função nesse ponto, correspondente ao Oxigênio (faixa mais clara) era de cerca de 5%(entre 0 e 10)
.
 

62ª Questão:A idade da pedra chegou ao fim, não porque faltassem pedras; a era do petróleo chegará igualmente ao fim, mas não por falta
de petróleo.
Xeque Yamani, Ex-ministro do Petróleo da Arábia Saudita. O Estado de S. Paulo, 20/08/2001.

Considerando as características que envolvem a utilização das matérias-primas citadas no texto em diferentes contextos
histórico-geográficos, é correto afirmar que, de acordo com o autor, a exemplo do que aconteceu na Idade da Pedra, o fim da
era do Petróleo estaria relacionado

(A) à redução e esgotamento das reservas de petróleo.
(B) ao desenvolvimento tecnológico e à utilização de novas fontes de energia.
(C) ao desenvolvimento dos transportes e conseqüente aumento do consumo de energia.
(D) ao excesso de produção e conseqüente desvalorização do barril de petróleo.
(E) à diminuição das ações humanas sobre o meio ambiente.


Resolução: letra B
Desde a idade da pedra o papel do homem no planeta tem sido responder às suas dificuldades de sobrevivência, conhecimento, dominando e reproduzindo a natureza. Na medida em que novos desafios surgem, como a questão energética, a "humanidade" desenvolve novas tecnologias, portanto superando a anterior.

4 comentários:

  1. Muito agradecido pela ajuda. sempre visitarei vocês e falarei para outros.

    ResponderExcluir
  2. Tem alguma questão dos Enem's anteriores sobre: regiões metropolitanas?

    ResponderExcluir
  3. Você poderia, por favor, explicar melhor a questão 2, especificamente a parte que diz: "[...] os horários em que ele deve consultar as bolsas e a seqüência em que as informações são obtidas estão corretos na alternativa [...]

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...