LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO

Este blog tem como objetivo, ser um complemento para alunos do ensino médio, no que refere as Ciência Humanas.


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

CARACTERISTICAS DO RELEVO BRASILEIRO – Perfil Geomorfólogico


Objetivos da Aula:
Na aula passadas  agente falou sobre  as principais características do Relevo Mundial e suas principais formas. Na aula de hoje vamos tratar de um outro assunto muito cobrado em vestibulares e em concursos nacionais, que são as características do relevo brasileiro.

NOÇÕES PRELIMINARES:  O relevo brasileiro: Formas e Altitudes

O relevo brasileiro apresenta grande variedade morfológica (de formas), como serras, planaltos, chapadas, depressões, planícies e outras, resultado da ação, principalmente, dos agentes externos sobre estruturas geológicas de diferentes naturezas e idades. Os agentes externos que mais participaram da formação do relevo brasileiro foram o clima (temperatura, ventos, chuvas) e os rios.


Em sua porção continental, o relevo brasileiro não apresenta formas oriundas da atuação recente dos agentes internos (vulcanismo, tectonismo), como as elevadas montanhas que caracterizam as cordilheiras de tipo andino, alpino e himalaio. Apesar de as estruturas geológicas que lhe deram origem serem em geral antigas, as formas atuais de nosso relevo foram esculpidas principalmente ao longo do Período Tercéario e do início do Quaternário. Esses dois períodos pertencem à mais recente das eras geológicas: a Cenozóica.


No aspecto altimétrico, o relevo brasileiro caracteriza-se pelo predomínio de altitudes relativamente modestas. Apenas um ponto do território ultrapassa 3 mil metros de altitude: o pico da Neblina (3014 m), ponto culminante (mais alto) do Brasil, localizado no estado do Amazonas, próximo à fronteira com a Venezuela. Mais de 99% do relevo brasileiro possui altitudes inferiores a 1200 metros. O predomínio de altitudes medianas deve-se, de um lado, à inexistência de dobramentos modernos e, de outro, à intensa ação erosiva que, ao longo do tempo, desgastou as velhas estruturas geológicas mais salientes do território brasileiro, confirmando o caráter modesto dessas altitudes.
Aproximadamente 93% do território brasileiro apresenta altitudes inferiores a 900 m. A estrutura geológica corresponde aos grupos de rochas que formam as formas do relevo, no caso brasileiro, está dividido entre escudos cristalinos (rochas magmáticas e rochas metamórficas), datados e da Era Pré-Cambriana e correspondem a 36% do território brasileiro e as bacias sedimentares, datando da Era Paleozóica à Mesozóica, e outras mais recentes datam da era Cenazóica que totalizam ou correspondem 64% das formas de estruturas geológicas no país.  






Sobre a estrutura geológica brasileira

IMPORTANTE SABER:

O relevo brasileiro tem formação antiga e resulta principalmente da ação das forças internas da Terra e da sucessão de ciclos climáticos. A alternância de climas quentes e úmidos com áridos ou semi-áridos favoreceu o processo de erosão. O território brasileiro, de um modo geral, é constituído de estruturas geológicas muito antigas, apresentando, também, bacias de sedimentação recente.

Essas bacias recentes datam do terciário e quaternário (Cenozóico 65 milhões de anos) e correspondem aos terrenos do Pantanal Mato-grossense, parte da bacia Amazônica e trechos do litoral nordeste e sul do país. O restante do território tem idades geológicas que vão do Paleozóico ao Mesozóico (o que significa entre 570 milhões e 225 milhões de anos), para as grandes áreas sedimentares, e ao pré-cambriano (acima de 570 milhões de anos), para os terrenos cristalinos. As estruturas e formações rochosas são antigas, mas as formas de relevo são recentes, decorrentes do desgaste erosivo. Grande parte das rochas e estruturas do relevo brasileiro são anteriores à atual configuração do continente sul-americano, que passou a ter o formato atual depois do levantamento da cordilheira dos Andes, a partir do Mesozóico. Podemos identificar três grandes unidades geomorfológicas que refletem sua gênese: os planaltos, as depressões e as planícies.
CARACTERÍSTICAS GERAIS
- Formação antiga e muito desgastada
- possui  uma  estrutura  geológica  velha,  bastante  erodida, portanto de altitudes modestas.
IMPORTANTE: lembre-se que as estruturas e formações rochosas são antigas, mas as formas de relevo são recentes, decorrentes do desgaste erosivo.
- Apresenta  predomínio  de  altitudes moderadas  onde 93% possui altitudes, inferior a 900 m. Por que? A predominância de áreas de baixas altitudes,é devido os nossos terrenos terem sido formados na Era Cenozóica.
- A estrutura geológica corresponde aos grupos de rochas que formam as formas do relevo, no caso brasileiro, está dividido entre escudos cristalinos (rochas magmáticas e rochas metamórficas), datados e da Era Pré-Cambriana  e correspondem a 36% do território brasileiro e as bacias sedimentares, datando da Era Paleozóica à Mesozóica, e outras mais recentes datam da era Cenazóica que totalizam ou correspondem  64% das formas de estruturas geológicas no país.
Concluindo:
O território brasileiro, de um modo geral, é constituído de estruturas geológicas muito antigas, apresentando, também, bacias de sedimentação recente.
                              - Altitudes modestas:
                                     0 – 200 m = 41%
                                 200 – 900 m = 56%
                               900 – 1200 m = 2,5%
                                     + 1200 m = 0,5%
- Não apresenta  dobramentos modernos  o que confere ao território brasileiro não está  sujeito a movimentos tectônicos violentos, como terremotos de grandes magnitude.
Importante: a não ocorrência no país de desdobramentos modernos, contribui para que o relevo seja bastante desgastado e rebaixado isso devido intemperismo e pela erosão, fato evidenciado pelas modestas altitudes encontradas no país. 
- Apresenta  duas  formas, de estrutura geológica onde predominam  as bacias sedimentares;
                    ¾ = 64% corresponde a bacias sedimentares
                    ¼ = 36% corresponde a escudos cristalinos 

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO:

1ª Questão:  É correto afirmar sobre o relevo brasileiro:

(A) apresenta uma estrutura geológica onde predominam os escudos.
(B) foi afetado por inúmeras transgressões e regressões marinhas.
(C) transformou-se profundamente sob a ação dos movimentos orogenéticos modernos.
(D) apresenta uma estrutura geológica antiga e extremamente desgastada.
(E) apresenta predominantemente baixas altitudes, pois sua estrutura geológica é recente.


2ª Questão: Em função de sua estrutura geológica antiga, do trabalho dos agentes erosivos e da predominância de climas quentes e úmidos, o relevo brasileiro caracteriza-se pela prevalência de:

(A) planícies, com alturas inferiores a 300 metros.
(B) planaltos, com alturas inferiores a 1.000 metros e presença de formas arredondadas.
(C) montanhas, com alturas entre 2.000 e 2.500 metros, com picos pontiagudos.
(D) serras, arredondadas, e de altitudes superiores a 2.000 metros.
(E) planaltos, de alturas inferiores a 300 metros.

3ª Questão: Sobre a estrutura, composição geológica e relevo do território brasileiro considere as afirmativas abaixo:

I - O Brasil é um território muito rico em recursos minerais metálicos, principalmente nos 4% de área formadas por escudos da era proterozóica.
II - Um exemplo de bacia sedimentar que corresponde efetivamente a uma planície é a planície do Pantanal, caso que nem sempre é coincidente.
III - O vale do Paraíba é um maciço cristalino localizado entre as serras do Mar e da Mantiqueira, formado por uma planície encaixada no compartimento de serras do Atlântico-Leste-Sudeste.
IV - As planícies encaixadas em compartimentos de planaltos não aparecem nas últimas classificações do relevo do Brasil por uma questão de escala.

São verdadeiras as alternativas:

(A) I, II e III
(B) II, III e IV
(C) I, II e IV
(D) I, III e IV
(E) Todas as alternativas.


4ª Questão:A partir do que você aprendeu em Estrutura Geológica do Brasil e Formação dos Solos, observe os mapas 1, 2 e 3; neles, as áreas assinaladas em preto correspondem, respectivamente, às rochas:

(A) cristalinas, sedimentares e vulcânicas.
(B) sedimentares, cristalinas e vulcânicas.
(C) ígneas extrusivas, vulcânicas e metamórficas.
(D) sedimentares, ígneas e cristalinas.
(E) magmáticas, ígneas e vulcânicas.



5ª Questão: Através da erosão geológica (um processo lento, equilibrado e renovador), foram esculpidos os morros, escavados os vales, formadas as várzeas e os deltas dos rios. O homem, no entanto, quando cultiva o solo, ou sobre ele constrói cidades, estradas e pontes, sem o uso de práticas de conservação do solo, desencadeia processos de erosão não-naturais, acelerados e altamente danosos.

Partindo de conceitos como os descritos acima, assinale a alternativa CORRETA:



(A) a cobertura vegetal favorece a infiltração das águas pluviais, fenômeno que encharca o solo, prejudicando a agricultura.

(B) a falta de cobertura vegetal provoca a diminuição do arraste do solo pelo aumento do volume de águas superficiais.
(C) os fluxos de água concentrados podem provocar profundos sulcos nos solos, fenômeno facilmente corrigível.
(D) a abertura de estradas de terra paralelamente ao declive de colinas e longas encostas desfavorece o processo erosivo.
(E) a erosão antrópica causa perda de enormes volumes de solo e consequente assoreamento de rios, barragens e portos.

6ª Questão: No Brasil, o solo avermelhado conhecido como terra-roxa, é formado pela decomposição de:

(A) gnaisse e diabásio, encontrados ao longo dos rios e várzeas inundáveis.
(B) granito, encontrado em vários trechos do planalto Atlântico e no Centro do país.
(C) basalto e diabásio, encontrados principalmente no planalto Meridional.
(D) gnaisse e calcário, encontrados na Zona da Mata nordestina.
(E) basalto, encontrado em trechos úmidos do Sertão nordestino.

10ª Questão: Os solos vêm sendo submetidos aos intensivos ataques da erosão, em função do hábito generalizado de cultivar a terra em áreas de maior declive, inclusive nas encostas mais íngremes.

Veja as alternativas a seguir e escolha a que seria a melhor solução para resolver problemas como esse que foi citado.

(A) O plantio em curvas de nível e a preservação das matas nas cabeceiras dos rios.
(B) A aplicação de fertilizantes químicos e a prática da rotação de terras.
(C) A preservação da mata nos níveis mais baixos do relevo.
(D) O emprego da drenagem e da rotação de terras.
(E) A prática do pousio, do sombreamento, e a preservação das matas tropicais ciliares.

11ª Questão: Observe a figura. 
 

As áreas mapeadas representam importantes reservas predominantes e exploração de:

(A) cobre
(B) urânio
(C) estanho
(D) bauxita
(E) minério de ferro

12ª Questão:  A Serra dos Carajás é considerada a maior província mineral do planeta, com abundância de diversos minerais. Dos minerais relacionados abaixo, apenas um deles não é encontrado lá. Qual?

(A) Bauxita
(B) Cobre
(C) Manganês
(D) Carvão mineral
(E) Minério de ferro
 
13ª Questão:  (Ufgo) Devido à sua estrutura rochosa muito antiga, ao longo trabalho dos agentes erosivos e à ocorrência, no Brasil, de climas quentes e úmidos, o relevo brasileiro caracteriza-se pela predominância de:

(A) planícies com médias altimétricas inferiores a 300 m e ausência de falhamentos
(B) planaltos, com médias altimétricas inferiores a 1000 m e presença de formas arredondadas 
(C) montanhas, com médias altimétricas entre 2000 m e 2500 m e formas pontiagudas
(D) serras, com médias altimétricas entre 1500 m e 2000 m e formas arredondadas
(E) planaltos, com médias altimétricas inferiores a 300 m e ausência de falhamentos

14ª Questão:  UFU - Sobre a geologia e o relevo brasileiro, podemos afirmar que, EXCETO 
(A) nas grandes bacias sedimentares predominam formas de planícies e planaltos sedimentares como chapadas e cuestas.
(B) o Brasil possui um embasamento constituído de formações antigas cristalinas, ricas em minerais metálicos.
(C) o relevo foi intensamente desgastado pela erosão, daí a ocorrência de vários planaltos de modestas altitudes.
(D) o relevo brasileiro apresenta altitudes modestas no interior, e no litoral é bastante íngreme e elevado devido à presença de dobramentos terciários.

Um comentário:

  1. não tem o gabarito das respostas dessas perguntas ?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...